'Quem pede a saída de Vaccari está fora do eixo'

O líder do PT na Câmara Federal, Sibá Machado (AC), disse que os companheiros de partido que pedem a saída do tesoureiro da legenda João Vaccari Neto, "estão fora do eixo"; quem diz isso está fora do eixo. O petista que disser isso está fora do eixo. Isso é um absurdo e será uma pré-condenação. Ele só sai se provarem alguma coisa. Se está com a consciência tranquila, é o que basta", disse

O líder do PT na Câmara Federal, Sibá Machado (AC), disse que os companheiros de partido que pedem a saída do tesoureiro da legenda João Vaccari Neto, "estão fora do eixo"; quem diz isso está fora do eixo. O petista que disser isso está fora do eixo. Isso é um absurdo e será uma pré-condenação. Ele só sai se provarem alguma coisa. Se está com a consciência tranquila, é o que basta", disse
O líder do PT na Câmara Federal, Sibá Machado (AC), disse que os companheiros de partido que pedem a saída do tesoureiro da legenda João Vaccari Neto, "estão fora do eixo"; quem diz isso está fora do eixo. O petista que disser isso está fora do eixo. Isso é um absurdo e será uma pré-condenação. Ele só sai se provarem alguma coisa. Se está com a consciência tranquila, é o que basta", disse (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do PT na Câmara Federal, Sibá Machado (AC), disse que os companheiros de partido que pedem a saída do tesoureiro da legenda João Vaccari Neto, "estão fora do eixo". Quem diz isso está fora do eixo. O petista que disser isso está fora do eixo. Isso é um absurdo e será uma pré-condenação. Ele só sai se provarem alguma coisa. Se está com a consciência tranquila, é o que basta", disse. Segundo ele, existe uma " verdadeira obsessão" em "criminalizar as finanças do partido".

Ele também afirmou que o PT está reunindo material sobre casos de corrupção envolvendo membros do PSDB de maneira a constranger a bancada de oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. "Se é guerra, vamos para a guerra", disse.

Ainda segundo o parlamentar, a bancada do PT teria orientado para que Vaccari conseguisse junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma autorização para permanecer calado no depoimento que ele prestará nesta quinta-feira (9) à CPI que investiga casos de desvios e corrupção na Petrobras.

Vaccari é acusado pelo Ministério Público Federal de lavagem de dinheiro após ser citado em depoimentos de delação premiada como arrecadador de propinas de empresas que prestavam serviços à estatal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247