Rede condena mudanças no projeto anticorrupção

Rede Sustentabilidade criticou nesta quinta-feira, 1º, as alterações feitas pela Câmara Federal ao projeto de lei com as dez medidas de combate à corrupção, propostas pelo Ministério Público Federal (MPF); "Nossa bancada votou em consenso contra essas alterações e procurou todos os meios possíveis para impedir que elas acontecessem", disse o partido em nota; "Uma proposta popular com o intuito de combater a corrupção foi desfigurada até o ponto de se tornar o oposto ao que propunha. Tal decisão é inaceitável", afirma a sigla, que declarou "total apoio" aos procuradores da Lava Jato

plenario camara
plenario camara (Foto: Aquiles Lins)

247 - A Rede Sustentabilidade criticou nesta quinta-feira, 1º, as alterações feitas pela Câmara Federal ao projeto de lei com as dez medidas de combate à corrupção, propostas pelo Ministério Público Federal (MPF).

"Nossa bancada votou em consenso contra essas alterações e procurou todos os meios possíveis para impedir que elas acontecessem", disse o partido em nota.

Para a Rede, as decisões tomadas na calada da noite, em meio a um momento de comoção nacional, demonstram a completa falta de sintonia com a sociedade da maioria dos membros da Câmara. "Uma proposta popular com o intuito de combater a corrupção foi desfigurada até o ponto de se tornar o oposto ao que propunha. Tal decisão é inaceitável. A soberania do Poder Judiciário não pode de forma alguma ser submetida a outro poder ou a ameaças como as agora postas", afirma o partido de Marina Silva.

Leia na íntegra a nota da Rede

"REDE: Todo apoio à Lava Jato

Os procuradores da República repudiaram publicamente as decisões vergonhosas tomadas na Câmara dos Deputados com o intuito de desfigurar completamente as medidas anticorrupção votadas na madrugada de hoje. A Rede Sustentabilidade apoia integralmente a posição dos procuradores e as medidas por eles encaminhadas ao Congresso, com o apoio de dois milhões e meio de assinaturas. Nossa bancada votou em consenso contra essas alterações e procurou todos os meios possíveis para impedir que elas acontecessem.

Para a REDE, as decisões tomadas na calada da noite, em meio a um momento de comoção nacional, demonstram a completa falta de sintonia com a sociedade da maioria dos membros da Câmara. Uma proposta popular com o intuito de combater a corrupção foi desfigurada até o ponto de se tornar o oposto ao que propunha. Tal decisão é inaceitável. A soberania do Poder Judiciário não pode de forma alguma ser submetida a outro poder ou a ameaças como as agora postas.

A REDE reforça seu apoio à operação Lava Jato e aos membros do Ministério Público Federal e da Justiça que vêm atuando nessa força-tarefa. O partido irá tomar todas ações possíveis para reverter essa decisão e considera um dever republicano a reprovação dessa lei em nova votação pelo Senado ou por veto do Presidente da República. Qualquer ação diferente dessa poderá levar o país a uma crise institucional insustentável cujos desdobramentos serão terríveis para a população brasileira."

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247