STF pede registros de visitas de amigos de Temer ao Planalto

O STF solicitou os registros de acesso de cinco pessoas ao Palácio do Planalto em 2017; o grupo é investigado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por agir nos bastidores para aprovar legislação de interesse de empresas do setor portuário; pesquisa inclui os nomes de dois amigos de Michel Temer: o coronel da Polícia Militar João Baptista Lima Filho e o advogado José Yunes

José Yunes e Michel Temer
José Yunes e Michel Temer (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O Supremo Tribunal Federal (STF) solicitou ao ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, que encaminhe os registros de acesso de cinco pessoas ao Palácio do Planalto em 2017.

O grupo é investigado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por agir nos bastidores para aprovar legislação de interesse de empresas do setor portuário. A pesquisa inclui os nomes de dois amigos de Michel Temer: o coronel da Polícia Militar João Baptista Lima Filho e o advogado José Yunes.

As informações são de Marcelo Rocha na revista Época.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247