Temer confirma ter se encontrado com homem da mala da JBS

Acuado , Michel Temer confirmou ter se encontrado com o executivo Ricardo Saud, o "homem da mala" da JBS, que foi filmado entregando uma mala com R$ 500 mil ao deputado Rocha Loures; em depoimento ao MPF, Saud afirmou que se encontrou com o peemedebista sete vezes em 2014, quando tratou de repasses da empresa ao PMDB; segundo o delator, Temer ainda teria pedido R$ 1 milhão para ele próprio; valor teria sido entregue em dinheiro na Argeplan Arquitetura e Engenharia, que tem como sócio o coronel aposentado João Baptista Lima, amigo de Temer; embora confirme que Temer tenha se encontrado com Saud, o Planalto tentou minimizar os eventos; apesar de confirmar as reuniões, a assessoria de Temer não mencionou quantas vezes elas ocorreram

Acuado , Michel Temer confirmou ter se encontrado com o executivo Ricardo Saud, o "homem da mala" da JBS, que foi filmado entregando uma mala com R$ 500 mil ao deputado Rocha Loures; em depoimento ao MPF, Saud afirmou que se encontrou com o peemedebista sete vezes em 2014, quando tratou de repasses da empresa ao PMDB; segundo o delator, Temer ainda teria pedido R$ 1 milhão para ele próprio; valor teria sido entregue em dinheiro na Argeplan Arquitetura e Engenharia, que tem como sócio o coronel aposentado João Baptista Lima, amigo de Temer; embora confirme que Temer tenha se encontrado com Saud, o Planalto tentou minimizar os eventos; apesar de confirmar as reuniões, a assessoria de Temer não mencionou quantas vezes elas ocorreram
Acuado , Michel Temer confirmou ter se encontrado com o executivo Ricardo Saud, o "homem da mala" da JBS, que foi filmado entregando uma mala com R$ 500 mil ao deputado Rocha Loures; em depoimento ao MPF, Saud afirmou que se encontrou com o peemedebista sete vezes em 2014, quando tratou de repasses da empresa ao PMDB; segundo o delator, Temer ainda teria pedido R$ 1 milhão para ele próprio; valor teria sido entregue em dinheiro na Argeplan Arquitetura e Engenharia, que tem como sócio o coronel aposentado João Baptista Lima, amigo de Temer; embora confirme que Temer tenha se encontrado com Saud, o Planalto tentou minimizar os eventos; apesar de confirmar as reuniões, a assessoria de Temer não mencionou quantas vezes elas ocorreram (Foto: Giuliana Miranda)

247 -  Michel Temer admitiu ter se encontrado com o "homem da mala" do grupo JBS, Ricardo Saud. O

Apesar de confirmar as reuniões, a assessoria do presidente não mencionou quantas vezes elas ocorreram. "Poucas vezes, mas não chegaram a sete como ele afirmou", diz em nota.

Saud, que ocupava o cargo de diretor de Relações Institucionais do grupo JBS, disse em acordo de delação premiada ter se encontrado sete vezes com Temer em 2014.

As informações são de reportagem de Talita Fernandes na Folha de S.Paulo.

"De acordo com o depoimento prestado pelo executivo ao Ministério Público Federal, as reuniões ocorreram entre julho e outubro de 2014, em três endereços: na vice-presidência, no Palácio do Jaburu e no escritório de Temer, em São Paulo.

Saud narrou que, nesses encontros, foram tratados repasses para o PMDB em meio às eleições daquele ano.

Ele afirmou ainda que Temer teria pedido R$ 1 milhão para ele próprio. O valor teria sido entregue em dinheiro na Argeplan Arquitetura e Engenharia, que tem como sócio o coronel aposentado João Baptista Lima, amigo de Temer.

O delator contou também ter tratado com Temer o repasse de outros R$ 14 milhões a seus aliados do PMDB.

Saud entregou ao deputado Rocha Loures (PMDB-PR) uma mala com R$ 500 mil em dinheiro. A entrega foi filmada pela Polícia Federal em uma ação como parte do acordo de delação dos irmãos Batista."

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247