Temer diz ser perturbador ser chamado de chefe do golpe

Presidente em exercício Michel Temer (PMDB) criticou a presidente Dilma Rousseff ao afirmar que "ela diz que sou o chefe do golpe, o que obviamente é perturbador para mim e para a vice-presidência da República"; em entrevista à agência de Notícias Dow Jones, Temer disse estar pronto para assumir o governo caso o impeachment seja concretizado e que já tem nomes "na cabeça"para compor um possível ministério; ele afirmou, ainda, que não existe golpe em andamento uma vez que o processo de impeachment está previsto na Constituição e que irá "retornar ao meu posto assim que ela voltar"; Dilma  viajou aos Estados Unidos para participar de um evento na Organização das Nações Unidas (ONU), nos Estados Unidos; ela deverá aproveitar a ociasão para denunciar o golpe parlamentar em curso no Brasil

Presidente em exercício Michel Temer (PMDB) criticou a presidente Dilma Rousseff ao afirmar que "ela diz que sou o chefe do golpe, o que obviamente é perturbador para mim e para a vice-presidência da República"; em entrevista à agência de Notícias Dow Jones, Temer disse estar pronto para assumir o governo caso o impeachment seja concretizado e que já tem nomes "na cabeça"para compor um possível ministério; ele afirmou, ainda, que não existe golpe em andamento uma vez que o processo de impeachment está previsto na Constituição e que irá "retornar ao meu posto assim que ela voltar"; Dilma  viajou aos Estados Unidos para participar de um evento na Organização das Nações Unidas (ONU), nos Estados Unidos; ela deverá aproveitar a ociasão para denunciar o golpe parlamentar em curso no Brasil
Presidente em exercício Michel Temer (PMDB) criticou a presidente Dilma Rousseff ao afirmar que "ela diz que sou o chefe do golpe, o que obviamente é perturbador para mim e para a vice-presidência da República"; em entrevista à agência de Notícias Dow Jones, Temer disse estar pronto para assumir o governo caso o impeachment seja concretizado e que já tem nomes "na cabeça"para compor um possível ministério; ele afirmou, ainda, que não existe golpe em andamento uma vez que o processo de impeachment está previsto na Constituição e que irá "retornar ao meu posto assim que ela voltar"; Dilma  viajou aos Estados Unidos para participar de um evento na Organização das Nações Unidas (ONU), nos Estados Unidos; ela deverá aproveitar a ociasão para denunciar o golpe parlamentar em curso no Brasil (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente em exercício Michel Temer (PMDB) criticou a presidente Dilma Rousseff que viajou aos Estados Unidos para participar de um evento na Organização das Nações Unidas (ONU), nos Estados Unidos, ao afirmar que considera "perturbador" as declarações da presidente de que ele articula um golpe para assumir o comando do país.

"Ela diz que sou o chefe do golpe, o que obviamente é perturbador para mim e para a vice-presidência da República", disse. Em entrevista à agência de Notícias Dow Jones, Temer disse estar pronto para assumir o governo caso o impeachment seja concretizado e que já tem nomes para compor um possível ministério.

Segundo ele, não existe golpe em andamento uma vez que o processo de impeachment está previsto na Constituição e que as afirmações em contrário prejudicam a imagem do Brasil no exterior. Temer disse, ainda, que irá "retornar ao meu posto assim que ela voltar".

Sobre os nomes que deverão compor um possível ministério sob seu comando, Temer afirmou que "quando chegar a hora, eu vou ter um ministério formado na minha cabeça e só então vou revelar nomes.

Nesta quinta-feira (21), após um protesto em frente à sua residência em São Paulo, Temer decidiu retornar à Brasília. A previsão inicial era que o vice-presidente ficasse na capital paulista até o final de semana.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247