Temer já monta ministério

Em seu eventual futuro governo, caso venha a substituir a presidente Dilma Rousseff, Michel Temer escala como homem forte da economia Henrique Meirelles, segundo a colunista Mônica Bergamo; Nelson Jobim, do PMDB, também voltaria ao comando do Ministério da Justiça; já o senador José Serra (PSDB-SP) entraria em uma pasta forte, mas sem qualquer interferência na área econômica, por ser “rejeitado pelo mercado financeiro”

Em seu eventual futuro governo, caso venha a substituir a presidente Dilma Rousseff, Michel Temer escala como homem forte da economia Henrique Meirelles, segundo a colunista Mônica Bergamo; Nelson Jobim, do PMDB, também voltaria ao comando do Ministério da Justiça; já o senador José Serra (PSDB-SP) entraria em uma pasta forte, mas sem qualquer interferência na área econômica, por ser “rejeitado pelo mercado financeiro”
Em seu eventual futuro governo, caso venha a substituir a presidente Dilma Rousseff, Michel Temer escala como homem forte da economia Henrique Meirelles, segundo a colunista Mônica Bergamo; Nelson Jobim, do PMDB, também voltaria ao comando do Ministério da Justiça; já o senador José Serra (PSDB-SP) entraria em uma pasta forte, mas sem qualquer interferência na área econômica, por ser “rejeitado pelo mercado financeiro” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente Michel Temer já desenha a equipe de seu eventual futuro governo, caso venha a substituir a presidente Dilma Rousseff. Segundo a colunista Mônica Bergamo, o homem forte da economia será Henrique Meirelles.

Nelson Jobim, do PMDB, também voltaria ao comando do Ministério da Justiça. Já o senador José Serra (PSDB-SP) entraria em uma pasta forte, mas sem qualquer interferência na área econômica, por ser “rejeitado pelo mercado financeiro”.

A jornalista destaca que o vice, por linhas tortas, pode seguir o roteiro traçado por Lula para Dilma. Há alguns meses, o ex-presidente sugeriu que ela nomeasse Meirelles para a economia, Jobim para a Justiça e que mantivesse Temer "ocupado" em missões políticas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email