Temer já revê medidas provisórias de Dilma

Ex-secretário-geral da mesa diretora da Câmara dos Deputados, Mozart Vianna, que deverá integrar o time da Secretaria de Governo se Temer chegar ao Palácio do Planalto, ja passa pente-fino nas MPs de Dilma Rousseff; um dos alvos é a MP 703, que trata dos acordos de leniência com as construtoras envolvidas na Lava Jato; auxiliares de Temer defendem a inclusão do Tribunal de Contas da União (TCU) em todas as etapas de negociação; outro é a MP 714, que aumenta o limite de capital estrangeiro nas companhias aéreas; Temer quer abertura completa do setor

Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Aliados do vice-presidente Michel Temer já trabalham para rever medidas provisórias em tramitação no Congresso.

A tarefa foi delegada ao ex-secretário-geral da mesa diretora da Câmara dos Deputados, Mozart Vianna, que deverá integrar o time da Secretaria de Governo se Temer chegar ao Palácio do Planalto, segundo reportagem de Daniel Rittner.

Duas MPs já estariam no foco para mudanças. Uma é a MP 703, que trata dos acordos de leniência com as construtoras envolvidas na Operação Lava Jato e expira no fim do mês. Auxiliares de Temer defendem a inclusão do Tribunal de Contas da União (TCU) em todas as etapas de negociação dos acordos de leniência.

Outra é a MP 714, que aumenta de 20% para 49% o limite de capital estrangeiro nas companhias aéreas. O grupo de Temer quer abertura completa do setor para investidores internacionais (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247