TJ marca para dia 15 de novembro julgamento da ação que condenou Salles

Acusado de fraude em zoneamento ambiental em São Paulo, ministro do Meio Ambiente recorreu de condenação por improbidade administrativa

Ricardo Salles
Ricardo Salles (Foto: Alessandro Dantas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) definiu para a próxima quarta-feira o julgamento do recurso em segunda instância do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, contra sua condenação em dezembro de 2018 por improbidade administrativa. A informação é do portal Direito da Ciência. 

Salles é ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e foi condenado poucos dias depois de ter sido escolhido pelo entãoeleito Jair Bolsonaro para seu ministério. Em sua sentença de primeira instância de 19 de dezembro de 2018, o juiz Fausto José Martins Seabra, da 3ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, julgou procedente a ação civil pública e de improbidade administrativa ajuizada pelo MPSP, condenando Salles. 

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) o acusou de ter alterado ilegalmente, em 2016, quando era secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, o Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê (APAVRT) para beneficiar indústrias.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247