Toffoli se alinha com Fux e censura imprensa

Presidente do STF, ministro Dias Toffoli, respondeu a solicitação feita pelo ministro da segurança, Raul Jungmann, sobre qual liminar deveria ser cumprida com relação às entrevistas do ex-presidente Lula; Toffoli confirmou que está alinhado na tentativa de censurar a imprensa e determinou que se cumprisse a decisão do ministro Luiz Fux, que suspendeu o direito de Lula falar à Folha e ao jornalista Florestan Fernandes, ignorando a determinação do ministro Ricardo Lewandowski 

Toffoli se alinha com Fux e censura imprensa
Toffoli se alinha com Fux e censura imprensa

247 - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, confirmou nesta segunda-feira (1/10) a decisão liminar suspendendo autorização para entrevista do ex-presidente Lula (PT). O ministro respondeu a um questionamento feito pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, sobre qual decisão deveria ser cumprida. 

“Diante da solicitação, a fim de dirimir a dúvida no cumprimento de determinação desta Corte, cumpra-se, em toda a sua extensão, a decisão liminar proferida, em 28/9/18, pelo Vice-Presidente da Corte, Ministro Luiz Fux, no exercício da Presidência, nos termos regimentais, até posterior deliberação do Plenário”, escreveu Toffoli.

A decisão vale até pronunciamento final do plenário, que ainda não tem data para ocorrer.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247