TSE deve agilizar registro de partido de Marina

Após encontro com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, ex-senadora teria conquistado apoio para trâmites de aprovação de assinaturas sejam acelerados. Segundo apuração do Valor, entendimento entre ministros seria o de que "aqui ninguém quer ser aquele que vai enterrar o projeto da seringueira"

Após encontro com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, ex-senadora teria conquistado apoio para trâmites de aprovação de assinaturas sejam acelerados. Segundo apuração do Valor, entendimento entre ministros seria o de que "aqui ninguém quer ser aquele que vai enterrar o projeto da seringueira"
Após encontro com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, ex-senadora teria conquistado apoio para trâmites de aprovação de assinaturas sejam acelerados. Segundo apuração do Valor, entendimento entre ministros seria o de que "aqui ninguém quer ser aquele que vai enterrar o projeto da seringueira" (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Com popularidade em alta após figurar em segundo lugar nas pesquisas para a Presidência da República e sob forte pressão da ex-ministra Marina Silva sobre a Justiça eleitoral criaram um clima favorável para que o seu partido, o Rede Sustentabilidade, seja registrado a tempo de poder disputar as eleições no ano que vem. É o que acredita o jornal Valor.

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, e a corregedora-geral da Corte, Laurita Vaz, teriam garantido apoio para que o processo ganhe prioridade. O prazo para registro vai até 5 de outubro, quando se encerra o prazo de um ano antes da eleição. O entendimento de alguns ministros do TSE seria o de que "aqui ninguém quer ser aquele que vai enterrar o projeto da seringueira".

Caso o TSE acelere os trâmites, os prazos para a apreciação do Rede poderão ser encurtados, na dependência da entrega da documentação das instâncias inferiores. "O TSE pode ajudar, no sentido de conversar com os TREs e pedir agilidade, sem ser pressão ou imposição", afirma Pedro Ivo Batista, coordenador de organização da comissão executiva nacional do Rede.

Marina Silva já colheu mais assinaturas que o PSD, criado em 2011, e o Solidariedade, outra legenda em construção - cerca de 830 mil assinaturas de apoio -70% a mais que o necessário. No entanto, enfrenta o maior risco dentre as três siglas de fracassar e não obter o registro por não contar com a força e a organização da máquina política de uma legião de deputados federais, prefeitos, governadores e vice-governadores, com a qual contava há dois anos o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD), nem fez o trabalho antecipado do Solidariedade, que foi fundado quase quatro meses antes, em outubro de 2012. Até a sexta-feira, o Rede contabilizava apenas 250 mil apoios válidos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email