Bahia 247Voltar para CAPA do 247

Bahia começa hoje vacinação fracionada contra febre amarela

Clarice Castro: <p> A Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro confirmou nessa quinta-feira (23) mais dois casos de febre amarela no estado, cinco no total e todos moradores do municípios de Casimiro de Abreu, Baixada Litorânea.  Foto: Clarice Castro/GERJ</p>

Secretaria de Saúde da Bahia inicia hoje (19) a vacinação fracionada contra a febre amarela; a meta é imunizar até o dia 9 de março pelo menos 95% da população de oito municípios: Camaçari, Candeias, Itaparica, Lauro de Freitas, Mata de São João, Salvador, São Francisco do Conde e Vera Cruz

Intervenção no Rio poderá ser as “Malvinas” de Temer, afirma Pelegrino

Luis_Macedo: <p>Audiência Pública</p>

A intervenção militar no Rio de Janeiro poderá ser um “tiro no pé” do governo Michel Temer, segundo o deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA); para ele, essa intervenção serve para desviar o foco das escândalos do Governo Temer e o fracasso da Reforma da Previdência; “É preocupante uma intervenção como esta, às vésperas de um processo eleitoral. Se essa política for levada às últimas consequências, seria preciso intervir também em São Paulo, onde o Governo se revela completamente impotente no combate ao PCC, maior organização criminosa do país”, ironizou Pelegrino

Nota Premiada Bahia paga R$ 1 milhão a 10 ganhadores

:

O Carnaval termina com muito dinheiro no bolso para dez cidadãos inscritos na Nota Premiada Bahia, do governo do Estado; eles são os primeiros ganhadores da campanha e vão receber, cada um, um prêmio de R$ 100 mil; foram sorteados sete moradores de Salvador, um de Feira de Santana, um de Euclides da Cunha e um de Ibicaraí; a sorte premiou pessoas de diferentes bairros da capital: Cabula, Armação, Cosme de Farias, Vila Rui Barbosa e Nova Brasília tiveram um sorteado cada, e a Pituba teve dois

Povo vaia e joga água em ACM e Doria em Salvador

Divulgação: ACM Neto, acabar, conversa, prefeitura, falida

De acordo com o jornal Grande Bahia, ACM Neto levou um jato de água, nesta terça-feira (13), às 17h, ao saudar o bloco das Muquiranas, no Campo Grande, e os foliões responderam com água; a reação de ACM Neto foi se retirar imediatamente do camarote da TV Aratu, juntamente com seu convidado, o prefeito de São Paulo, João Dória, que também foi vaiado

Rui Costa: barrar Lula na eleição trará insatisfação com o Judiciário

Mateus Pereira/GOV/BA: <p>01/07/2015 - Salvador - Bahia - O governador da Bahia, Rui Costa sanciona lei que pode reforçar cofres do Estado em até R$ 1,1 bi. Foto: Foto: Mateus Pereira/GOVBA</p>

Rui Costa (PT), governador da Bahia, afirmou que condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4, em janeiro, representa perseguição política; "Hoje vivemos uma absoluta instabilidade jurídica e institucional", diz; Para Costa, "na medida em que se impeça o Lula, vai aumentar a insatisfação da população com esse sistema, que é seletivo, e com o Judiciário"

Bunker de Geddel pode estar ligado a corrupção na Caixa

: <p>geddel lúcio bunker</p>

A Polícia Federal apura o elo entre os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador, atribuídos aos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima, e esquemas de corrupção na Caixa Econômica; relatório de análise sobre documentos apreendidos na casa da mãe do emedebista, Marluce Vieira Lima, dá conta de que Geddel liberou R$ 5,8 bilhões a empresas investigadas por desvios no banco

Preso no caso Geddel, Gustavo Ferraz curte carnaval em Salvador

:

Homem de confiança do ex-ministro Geddel Vieira Lima, Gustavo Ferraz foi flagrado curtindo o Carnaval no circuito Dodô (Barra-Ondina), em Salvador; ele foi liberado da prisão domiciliar pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin; Gustavo Ferraz havia sido preso por suposto envolvimento no caso do bunker de R$ 51 milhões de Geddel

Funcionário do MDB confirma entrega de malas de dinheiro a Geddel

:

O advogado e ex-funcionário do MDB Gustavo Ferraz, preso ano passado durante a operação Tesouro Perdido em razão de uma digital sua ter sido encontrada em saco de dinheiro no "bunker" que escondia R$ 51 milhões, disse que entregou malas de dinheiro ao ex-ministro Geddel Vieira Lima; "Foi entregue a quem de direito, a quem eu devia repassar. Foi entregue a Geddel. E ele ficou de resolver, de repassar para as campanhas, enfim... do que eu imaginei que fosse ser feito. E que deve ter sido feito, não sei..."

Aleluia: 'Candidatura Neto não depende do PP'

Divulgação: Aleluia, banheiro, Pirajá

O presidente estadual do DEM, deputado José Carlos Aleluia, negou as informações de que Neto teria colocado como condicionante o apoio do PP para lançar uma candidatura ao Governo do Estado em disputa direta com o governador Rui Costa; “Isso não procede. Isso não tem pé e nem cabeça. Neto não iria entregar essa decisão na mão de um grupo que não é seu aliado”, disse Aleluia

RIO 247

Villas Boas: 'militares precisam ter garantia para agir sem risco de surgir nova Comissão da Verdade'

Marcos Oliveira: <p>Eduardo Dias da Costa Villas Bôas</p>

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, disse na manhã desta segunda-feira 19, durante reunião com o Conselho da República, ser necessário dar aos militares "garantia para agir sem o risco de surgir uma nova Comissão da Verdade" no futuro; ele fazia referência à comissão criada no governo Dilma que investigou casos de tortura e mortes durante o período da ditadura militar

Revista Brasil 247

Edição #197

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #361

Colunistas

Colunista

Verbas públicas para Globo aumentaram 63% em 2017

Miguel do Rosário

Uma pesquisa feita hoje pelo Cafezinho junto ao banco de dados da Secom, cujos dados são abertos, verificou que somente os gastos publicitários da presidência da república e dos ministérios, na Globo, sem considerar a publicidade das estatais, que permanece em sigilo, totalizaram R$ 52 milhões em 2017, um aumento de 63% sobre o ano anterior, e de 77% sobre 2015

Colunista

Um País condenado?

Lula Miranda

O poeta e colunista do 247 Lula Miranda resume a tragédia brasileira em meio à eventual prisão do maior líder popular que o País já teve; "Crise terminal na Saúde pública...Na Segurança...A Educação em ruínas....Empresas, antes sólidas e prósperas, entrando em bancarrota...Mais de 13 milhões de desempregados... Os piores canalhas governam o país...", diz ele; "O país afunda à beira de uma iminente conflagração. O Brasil numa situação dessas e a elite escrota querendo colocar seu principal líder na cadeia. Só pode ser auto-sabotagem 'patriótica' uma coisa dessas..."

Colunista

A ironia desafia e a loucura reage

Décio Lima

O carnaval de 2018 ensejou um novo e marcante personagem – a Ironia. A Paraíso do Tuiuti conquistou um lugar na História e não somente em relação ao Carnaval, mas também no rol das manifestações de protesto e denúncia feitos com rara inteligência e talento

Colunista

Crítica da razão golpista

José Marcus de Castro Mattos

A intervenção militar golpista não é para 'combater o crime organizado' e/ou 'manter a ordem pública'. Ela tem por objetivo esmagar no nascedouro a insurreição popular que se manifestara no Carnaval através de saques a lojas, super-mercados, shoppings, etc, e pelo desafiador desfile da escola de samba Paraíso do Tuiuti

Colunista

Intervenção que começou a séculos

Pedro Augusto Pinho

O que é ser nação independente? É a que tem soberania. Mas que soberania? Não é só apresentar-se como um País, reconhecido pela autonomia formal com que ocupa assento em foros internacionais. Esta soberania, que adjetivaremos política, só é efetiva se a ela acrescentarmos as soberanias econômica, tecnológica e social

Colunista

Uniformidade midiática

Henrique Matthiesen

Não olvidemos que os barões midiáticos carregam, intrinsecamente em si, o preconceito racial, social e econômico. Ditam comportamentos e não existam em impor sua ideologia por meio da força. Vide o suicídio de Vargas, o golpe de 1964, e derrubada da presidente Dilma Rousseff

Colunista

A jogada bonapartista de Temer

Jaldes Meneses

Sai de cena o fiscalismo guarda-livros da previdência e adentra a ribalta, com pombas e circunstâncias, a psicologia social da segurança pública. Não se pretende, é claro, resolver na raiz o problema da segurança. No máximo, dar uma mão de cal que permita roubar a agenda do recente sucesso relativo da extrema direita

Colunista

À beira de um nebuloso precipício

Enio Verri

Se a vocação da brejeira elite brasileira é ser colônia de outras nações, essa não é a de mais de 85% da população, que experimentou o melhor momento da história deste País. Desobediência civil já. Às ruas

Colunista

Intervenção que começou há séculos

Pedro Augusto Pinho

Não seria a guerra civil o próximo passo da banca para transformar o Brasil, a Venezuela, a Bolívia em novas Líbias, novos Iraques? Mas creio que já temos a lição aprendida: é indispensável a união de todos os que lutam pela soberania nacional, esquecendo feridas antigas, para finalmente assegurarmos nossa verdadeira independência.

Colunista

Mudança possível

Vicente Cândido

Congresso continuará sendo de homens, de brancos e de empresários majoritariamente. É um Congresso que sofre uma forte deformação: não é a cara do Brasil

Colunista

Hoje a revolução não é possível?

Valter Pomar

A revolução no sentido estrito da palavra é a derrubada da classe dos capitalistas, derrubada promovida pela classe que é, ao mesmo tempo, oprimida e explorada pelos capitalistas: a classe trabalhadora

Colunista

A guerra chegou

Pedro Augusto Pinho

A recente intervenção no Rio tem alguns objetivos não explícitos. Matam-se vários coelhos com uma intervenção só. Organiza-se melhor o tráfico, aumenta-se o ganho da banca, desmoraliza-se a Força Armada e aumenta a ira popular. Esta vem sendo construída pela Globo e todas as emissoras associadas à banca desde 2013

Colunista

A preparação do general Braga para as próximas eleições

Jose Carlos de Assis

É possível  que passe pela cabeça de Temer a idéia de lançar o general Braga Netto como candidato à Presidência da República. É possível até mesmo que o general Braga Netto, assim como a própria intervenção tenham sido inventados para se viabilizar um candidato à Presidência viável. Tudo é possível nessa República vilipendiada. Onde o Presidente rouba, e a Câmara dos Deputados perdoa, as instituições podem ser manipuladas à vontade desde o contínuo do Palácio do Alvorada até o Alto Comando do Exército

Colunista

O dia em que o morro descer e não for Carnaval

Lelê Teles

Temer mandou tirar a faixa presidencial do peito do Vampirão durante o desfile das campeãs; a escola arregou miseravelmente, sinal de que o terror psicológico provocou efeito. Quando o exército começar a usar toucas ninja para invadir barracos haverá revolta. E ela provocará um estado de sítio. E ele provocará a desobediência civil

Colunista

Temer tirou a faixa presidencial do vampirão

Altamiro Borges

Pelo jeito, a midiática intervenção militar no Rio de Janeiro – um show de pirotecnia para tentar tirar o usurpador Michel Temer do fundo do poço da rejeição – já começa a produzir seus efeitos. Como na ditadura, a censura parece que está de volta

Colunista

1954, 1964 e 2016, 17, 18...

Pedro Maciel

O Golpe de 2016 tem os mesmos elementos dos de 54 e 64: polarização ideológica, crise econômica interna, interesses econômicos internacionais, acusação de corrupção, campanha difamatória pela imprensa

Colunista

Há excesso de garantias, diz professor. O que dirão os 750 mil presos?

Lenio Luiz Streck

Conheci o professor José Eduardo Faria no final dos anos 80. Sob outra perspectiva, trabalhei muito sua “crise de paradigmas”. Lembro de um exemplo, não sei se dele ou meu, sobre invasão de terras: quando uma pessoa invade uma propriedade, é esbulho; mas se milhares invadirem e o Judiciário tratar disso como esbulho, o caos estará instalado. Eis a crise

Colunista

Nova fase do golpe?

Reimont Otoni

Sabemos que parte da sociedade, acuada pela violência, será favorável à intervenção, mas também sabemos que a questão da Segurança vai muito além da exibição de tanques e força policial. A presença da Força Nacional tem sido constante no Rio, sem qualquer resultado prático

Colunista

Intervenção Militar, um recado de Temer

Ricardo Fonseca

Ou me deixam governar decorativamente em PAZ, vendendo o País ao capital estrangeiro, gastando dinheiro público à rodo e transferindo o ônus da dívida pública pro pobre trabalhador, ou entrego o poder de bandeja para os militares. Alguém tem alguma dúvida disso?

Colunista

Homeland tropical

Fernando Rosa

Estudiosos de Segurança Pública se encarregaram de desmontar possíveis argumentos técnicos que justificariam a intervenção militar no Rio de Janeiro.Resta, então, uma explicação "política", que seria a desastrada tentativa do vassalo Temer salvar seu mandato com uma cartada de afirmação populista de autoridade

Colunista

A intervenção em quatro atos

Nêggo Tom

- Ei! O senhor pode me ajudar? Um ladrão quis me roubar e me atirou de raspão. - Não posso fazer nada. Isso aqui é uma brigada e não o exército da salvação. - Mas, ouvi na TV, que vocês vinham para proteger e defender a população - Nós defendemos é o estado e não qualquer pobre coitado, que se acha cidadão

Colunista

Cartada de risco

Jandira Feghali

Os fatos que precedem a intervenção militar no Rio emolduram o quadro que precisamos interpretar e que com o tempo irá perdendo as cores e ficando mais claro. A assimetria de poderes ganhou relevância e a Constituição da República tratada como um instrumento a ser usado segundo a conveniência dos poderosos de ocasião, manietados pelo capital

Fechar