Brasília 247Voltar para CAPA do 247

Erika Kokay responde a Mourão: são as mães que afastam os jovens do crime

:

"As mães brasileiras criam seus filhos com muita coragem e luta todos os dias diante de uma quantidade enorme de pais que não registram seus filhos, abandonam o lar, desaparecem. São elas que afastam os jovens do crime organizado, onde o estado não consegue", afirmou a deputada do PT-DF; "São as mulheres que estão na luta contra o fascismo que quer colocar a faixa presidencial"

Jungmann admite novo inquérito para apurar coautoria de atentado contra Bolsonaro

Marcelo Camargo/Agência Brasil: <p>Brasília - Ministro da Defesa, Raul Jungmann, após reunião com o presidente Temer no Palácio do Planalto, fala sobre operação do Exército ao cerco a criminosos na Rocinha, no Rio de Janeiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)</p>

O ministro da Segurança Pública, Raul Raul Jungmann, afirmou existir a possibilidade de prorrogação do prazo de investigação sobre o atentado sofrido por Jair Bolsonaro; Jungmann também disse haver a possibilidade de abertura de um segundo inquérito para apurar o ataque; o ministro declarou: "nossa posição é de esclarecer tudo. É algo que suscita muitas dúvidas e queremos esclarecer tudo. Se necessário, abriremos uma segunda investigação para apurar todo e qualquer indício"

Lewandowski pede vista e recurso de Lula agora vai ao plenário do STF

Antônio Cruz/ Agência Brasil: O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) faz a 195ª Sessão Ordinária. A primeira sessão do ministro Ricardo Lewandowski como presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (Antônio Cruz/Agência Brasil)

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal já votou contra mais um recurso para garantir liberdade ao ex-presidente; placar estava em 7 a 1, realizado em ambiente virtual - quando os ministros do STF podem decidir remotamente sobre uma questão que trate de temas com jurisprudência já consolidada - mas foi suspenso nesta sexta-feira 14 quando Ricardo Lewandowski pediu vista; com o pedido, o caso será retirado do plenário virtual e terá de ser julgado presencialmente no plenário físico

Erika Kokay: Bolsonaro não pode ousar colocar a faixa presidencial

Alex Ferreira - Câmara:

"Nós, mulheres, somos 52% do eleitorado. Unidas podemos derrotar o machismo, o sexismo e a misoginia. Quem diz que 'mulher deve ganhar salário menor pq engravida' ou 'não te estupro pq vc não merece' não pode ousar colocar a faixa presidencial!", afirmou a deputada do PT-DF

Toffoli toma posse e diz que juízes precisam 'perder o medo de tomar decisões'

STF: <p>toffoli</p>

"O medo escraviza, desumaniza e embala o ódio, o ovo da serpente", discursou o novo presidente do STF, Dias Toffoli, ao tomar posse nesta quinta-feira 13; o ministro ficará no cargo pelos próximos dois anos, sucedendo Cármen Lúcia, que voltará a integrar a Segunda Turma da Corte, responsável pelo julgamento dos processos da Operação Lava Jato

Fachin dá 15 dias para PGR decidir se denuncia Temer em inquérito da Odebrecht

Antônio Cruz/Agência Brasil: <p>moreira temer padilha</p>

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, deu 15 dias de prazo para que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresente ou não denúncia contra Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia); o despacho de Fachin foi divulgado no âmbito de um inquérito no qual delatores da Odebrecht apontam Temer, Padilha e Moreira Franco como beneficiários de valores da Odebrecht ligados à Secretaria de Aviação Civil – pasta que foi comandada pelos dois ministros de Temer entre 2013 e 2015

Ruralistas usam seu voto para fazer um "balcão de negócios" no Congresso

: <p>Temer perdoa multas de ruralistas</p>

Acaba de ser publicado um relatório da ONG Amazon Watch que destrincha como políticos da bancada ruralista usam a plenária do Congresso Nacional Brasileiro para beneficiar seus negócios com empresas e banqueiros nos EUA, Europa e Japão.; o dossiê - que está em língua inglesa - traça o perfil de seis parlamentares que concorrem às eleições de 2018: os candidatos a deputado federal Alfredo Kaefer (PP-PR) e Nelson Marquezelli (PTB-SP); e os candidatos ao senado Sidney Rosa (PSB-PA), Jorge Amanajás (PPS-AP) e Adilton Sachetti (PRB-MT)

Ministro da Saúde processa a Caixa e a número dois do Ministério da Fazenda

Wilson Dias/Agência Brasil: <p>O ministro da Integração Nacional, Gilberto Magalhães Occhi, durante coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto (Wilson Dias/Agência Brasil)</p>

Gilberto Occhi, ministro da Saúde de Temer, processa a Caixa Econômica Federal e a secretária-executiva do Ministério da Fazenda, Ana Paula Vescovi, número dois da pasta; Occhi tenta desqualificar provas de uma auditoria e bloquear o trâmite de investigações sobre seu suposto envolvimento em esquemas ilícitos no banco; ele diz anda ter sofrido dano moral por atos da secretária

Erika Kokay: não podem deter a primavera feminina

Antonio Araujo - Câmara:

A deputada do PT-DF repudiou o ataque cibernético sofrido pelo grupo "Mulheres Contra Bolsonaro" no Facebook. "Machistas e fascistas temem a liberdade e querem cercear o levante das mulheres contra o inominável. Todo repúdio à invasão do grupo Mulheres Unidas Contra o Coiso. Não vão nos calar, nem intimidar. Não podem deter a primavera feminina", disse

MUNDO

Líderes da Europa e AL denunciam perseguição a Lula, Kirchner e Correa

:

Representantes de cinco blocos parlamentares da Europa e da América Latina divulgaram, nesta quarta-feira (19), em Viena, uma declaração conjunta na qual denunciam a "grave crise democrática" pela qual passa o Brasil "desde o golpe cometido contra a presidenta Dilma Rousseff" e condenam "a perseguição judicial, política e midiática e as campanhas de criminalização que sofrem distintos líderes progressistas", com menção direta aos ex-presidentes Lula e Rafael Correa, do Equador, além da senadora e ex-presidente argentina Cristina Kirchner 

Revista Brasil 247

Edição #229

Revista do dia

Revista Saúde 247 - Edição #143

Colunistas

Colunista

Sim, senhor general, somos todos profundamente “desajustados”

Lúcia Helena Issa

Afirmar que lares onde não há a presença do avô ou do pai são "fábricas de desajustados" diz muito sobre o Brasil assustador, medieval e inspirado em Torquemada, que o senhor e seu capitão desejam construir. Um Brasil misógino, intolerante, que culpa as mulheres por todos os fracassos coletivos ou sociais e que nos levaria a todas às fogueiras medievais, se isso ainda fosse possível

Colunista

Judeus contra Bolsonaro

Mauro Nadvorny

Nós chamamos a todas as minorias a cerrarem fileiras contra este candidato e a todos os Brasileiros a se unirem a nós contra o que ele representa. O Brasil precisa de amor, de educação e de justiça social. Esta é a mensagem de paz

Colunista

O próximo golpe será na Venezuela

Mirela Filgueiras

Quando uma tentativa de assassinato contra um chefe de estado é realizada em plena luz do dia, durante um desfile militar televisionado e com milhares de pessoas no local é porque os golpistas já não estão preocupados em deixar, nem sequer, uma dúvida, nem que seja frágil e curta, na população

Colunista

Persecução à Cristina Kirchner

Guillermo Gomez

O desprestigiado e parcial juiz Bonadio não pedirá agora a suspensão do fórum privilegiado de Cristina, o que é necessário para detê-la. A ordem de prisão preventiva a Cristina Kirchner, é uma afirmação de argumento absurdo, porque supõe que ela poderia prejudicar a investigação ao ser apoiada por meios de comunicação relacionados a ela

Colunista

A quem Cristovam Buarque pensa que engana?

Marcelo Neves

Não satisfeito em apoiar o golpe, Cristovam apoiou todas as medidas do Governo Temer contra o povo mais pobre do Brasil e do DF. No Senado, ele votou a favor da EC n° 95, que congelou por 20 anos os investimentos em educação e saúde. E com isso ele mostrou que seu compromisso com a educação sempre foi apenas um slogan eleitoral

Colunista

Haddad, o pacificador, será presidente

Valquer Bicalho

Haddad além de crescer forte não esgotou sua capacidade de agregação dos votos de Lula, ainda falta muito para se dar a transferência completa. E os votos que ele já tem o colocam no segundo turno. Haddad deverá ter a transferência de mais de 80% dos votos do Ciro e Marina e um bom quinhão de eleitor de Alckmin

Colunista

Mulambos e Calabares

Fernando Rosa

O candidato a vice do capitão Bolsonaro, o general Mourão, mostrou a que veio na campanha eleitoral. Chamou os países emergentes de “mulambada”, em especial os africanos, asiáticos e latinos. As palavras dele traduzem a negação da história do Exército Nacional, parido na “Guerra Brasílica”, no século XVII, que uniu índios, negros e portugueses – ou seriam “mulambos”?

Colunista

A eleição do contra

Michel Zaidan

Há que se distinguir duas importantes questões: a liberdade de LULA: a outra, a campanha eleitoral deste ano. Atrelar as duas foi um cálculo que pode dificultar o crescimento eleitoral de Haddad nesse meio tempo de propaganda que ainda resta. A favor do candidato petista, pesam a pequena rejeição e o patrocínio de LULA, com o seu imenso prestígio popular

Colunista

General Mourão e a fantástica fábrica de desajustados

Nêggo Tom

Como ignorância pouca é bobagem, o General agora resolveu nos mostrar a sua veia sociológica, e declarou, com todo o seu conhecimento pedagógico, que “Eminentemente, nas áreas carentes onde não há pai, nem avô, é mãe e avó, e, por isso, torna-se realmente uma fábrica de elementos desajustados 

Colunista

Por que voto em Fernando Haddad e não em Ciro Gomes?

Pedro Zambarda

O meu voto vai para Fernando Haddad por uma razão simples de se entender. Eleição não é um plebiscito sobre esquemas de corrupção. O projeto desenvolvimentista de Haddad e do PT me parece a solução mais correta ao Brasil, enquanto Ciro me emitiu sinais confusos

Colunista

Inércia no quadro estadual em MG

Hélio Rocha

Estratégia nenhuma tornará Pimentel viável se sua campanha não pensar uma estratégia urgente de retração de seus níveis de desaprovação à frente do Governo estadual, hoje batendo a casa dos 60% de ruim ou péssimo

Colunista

Respostas que William Bonner e Renata Vasconcellos fingem não saber

Renato Mateus Rocha Santos

A autocrítica que o PT deve fazer é rever as suas estratégias para combater toda uma organização da grande mídia, responsável por disseminar o ódio na sociedade, derrubar uma presidenta eleita democraticamente, levar ao poder da República um bando de picaretas defensores de banqueiros, latifundiários, grandes empresários, ou melhor, um grupo destinado a trazer de volta o Brasil da escravidão

Colunista

Lulismo, peronismo e democracia no Brasil das eleições

Ariel Goldstein

Como a história argentina mostra e as elites no Brasil verão tarde demais, ao forçar mecanismos legais com o objetivo de tirar Lula da disputa para que ele não ganhe a eleição, repetindo as tradições udenista e do conservadorismo liberal argentino, eles estão dando um tiro no próprio pé. É só aguardar e conferir