Brasília 247Voltar para CAPA do 247

PSL define Delegado Waldir para a liderança do partido na Câmara

Antonio Augusto / Câmara dos Deputados: <p>Delegado Waldir </p>

Depois de uma longa reunião com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, o PSL definiu que a liderança do partido ficará nas mãos do deputado Delegado Waldir (GO) e, a pedido do presidente, deve evitar discussões sobre a sucessão para a presidência da Câmara

Deltan Dallagnol na PGR?

Fernando Frazão/Agência Brasil: <p>Deltan Dallagnol</p>

Escreve o jornalista Elio Gaspari, em sua coluna no Globo, neste domingo (9), que o futuro ministro da Justiça, o ex-juiz Sérgio Moro, tentará colocar o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, na Procuradoria-Geral da República no lugar de Raquel Dodge; "tem gente convencida de que o futuro ministro Sergio Moro tentará colocar o procurador Deltan Dallagnol na Procuradoria-Geral da República quando terminar o mandato de Raquel Dodge"

Em pé de guerra, PSL vive ameaça de isolamento

José Cruz/Agência Brasil: <p>bolsonaro</p>

A guerra interna travada dentro do PSL fez com que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, convocasse reunião para a próxima quarta-feira (12), em Brasília, para tentar apaziguar os ânimos; segunda maior bancada da Câmara dos Deputados, com 52 parlamentares eleitos, o partido também se encontra ameaçada de isolamento por conta da articulação de um "blocão" sem a legenda

Contra Renan, senadores cogitam apoiar Tasso

Roque de Sá/Agência Senado: <p>Tasso Jereissati</p>

Temendo encarar o conciliador e fortíssimo candidato Renan Calheiros para mais uma presidência do senado, senadores eleitos do PSDB, PDT, PPS, Rede e setores do PSL começam a cogitar a candidatura do tucano Tasso Jereissati para o biênio 2018-2020. O senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) demonstra ter simpatia pelo nome de Tasso, seu ex-adversário no Ceará

Moro desloca general para o Planalto e encolhe Onyx

José Cruz/Agência Brasil: <p>O presidente eleito Jair Bolsonaro e o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante visita ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).</p>

Sérgio Moro foi surpreendido com o anúncio feito por Carlos Bolsonaro de que a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), subordinada ao Ministério da Justiça, seria chefiada pelo general Carlos Alberto Santos Cruz; Moro não gostou da atropelada; mas não passou recibo

Bolsonaro testa novo modelo de governabilidade. Vai dar certo?

REUTERS/Adriano Machado: <p>Bolsonaro, em evento em Brasília 14/11/2018 REUTERS/Adriano Machado</p>

O presidente eleito Jair Bolsonaro decidiu abrir mão de um apoio formal de partidos e começou a fechar a composição do seu ministério atendendo a um inédito apoio temático de frentes parlamentares para garantir uma base no Congresso capaz de aprovar promessas de campanha, inclusive a agenda econômica que tem a reforma da Previdência como carro-chefe. O que ninguém sabe é se deputados e partidos votarão sem terem recebido cargos

Intervenção em Roraima começa nesta segunda-feira e vai até 31 de dezembro

Adriano Machado: <p>Presidente Michel Temer 17/10/2018 REUTERS/Adriano Machado</p>

A intervenção federal no estado de Roraima passa a valer a partir de amanhã (10) até 31 de dezembro, quando for publicado no Diário Oficial da União o decreto com a medida; a informação é do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen, que participou de reunião, em Brasília, com o presidente Michel Temer, os conselhos de Segurança Nacional e Defesa Nacional

Um terço do alto escalão do governo Bolsonaro será ocupado por militares

Fernando Frazão/Agência Brasil: <p>O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), participa da comemoração do 73 aniversário da Brigada de Infantaria Pára-quedista, na Vila Militar em Deodoro.Foto Fernando Frazão/Agência Brasil</p>

O governo Bolsonaro terá ao menos um terço dos ministérios ocupado por militares, reformados e da ativa; seis das pastas com status formal de ministério – que devem atingir o número de 22, sete a mais que o prometido na campanha – serão chefiadas por integrantes das Forças Armadas; resta apenas a nomeação do ministro do Meio Ambiente

MÍDIA

TV francesa elege Bolsonaro como o mais racista e misógino de 2018

Marcelo Camargo/Agência Brasil : <p>bolsonaro</p>

Disputando com figuras como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, a cantora irlandesa Sinéad O'Connor, que se converteu ao islã e mudou o nome para Shuhada' Davitt, entre outros., o presidente eleito Jair Bolsonaro foi eleito o "Mais racista" e "Mais misógino" de 2018 pelo programa Je t'aime, da France TV; além das duas categorias que venceu, Bolsonaro também concorreu a "Ignorante do Ano", mas perdeu o prêmio para o cantor Kanye West

Revista Brasil 247

'Edição #241

Revista do dia

'Revista Oásis - Edição #402

Colunistas

Colunista

Como evitar um novo AI-5?

Reginaldo Lopes

O Brasil não tem mais espaço para governos autoritários. Não permitiremos retrocessos e estaremos em constante vigilância para que aquele dia de 50 anos atrás não volte a se repetir

Colunista

Fascismo, estado de exceção e direito de resistência

Michel Zaidan

Esse Estado de Exceção episódico ou permanente se manifesta na aberta criminalização dos movimentos sociais, do movimento sindical, do MST e MTST, dos movimentos das minorias pela afirmação de suas identidades, pela criminalização da liberdade de opinião e a liberdade de cátedra e contra o laicidade do Estado republicano no Brasil. Suas intervenções policiais são seletivas

Colunista

Soledad, a mulher que aprendemos a amar

Urariano Mota

Ela foi a mulher do Cabo Anselmo, que ele entregou a Fleury em 1973. Sem remorso e sem dor, o Cabo Anselmo a entregou grávida para a execução. Com mais cinco militantes contra a ditadura, no que se convencionou chamar "O massacre da granja São Bento"

Colunista

Não se pode negligenciar a Democracia

Daniel Samam

Se é por uma sociedade mais justa que lutamos, nosso dever é pregar a democratização das liberdades. Daí a necessidade de o fascismo ser amplamente derrotado e, para isso, a primeira regra deve ser a de não negligenciarmos a democracia em hipótese alguma

Colunista

O capitão do mato do mundo moderno

Cristiano Lima

O capitão do mato vai abrindo caminho para o colonizador, que de longe aguarda as riquezas dessa terra e mais uma continência. Agora, ao povo dessa terra, não tardará muito para que o efeito entorpecedor venha passar. Quando a lucidez chegar, com sorte, ainda, não tenhamos caído no precipício

Colunista

Virada intelectual e a história do fracasso

Marlon Marques

É sintomático o fato de que mesmo depois da maior expansão do ensino superior da história do país tenhamos escolhido exatamente o candidato mais avesso aos valores culturais e intelectuais que prosperaram nos últimos anos

Colunista

Horrível é o desemprego, Bolsonaro

Elvino Bohn Gass

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse: “Quero cumprimentar quem votou na reforma trabalhista. Devemos aprofundar isso daí. É horrível ser patrão no Brasil"; “Não, Bolsonaro, horrível é ser empregado num país com essa classe patronal que está aí. Horrível, é ser desempregado, Bolsonaro”

Colunista

A geografia excludente da República de Curitiba

Paulo Bearzoti Filho

Em muitas metrópoles brasileiras, comunidades populares explicitam a desigualdade social, como no Morumbi ou na Zona Sul carioca. Por isso Curitiba faz tanto sucesso entre os planejadores urbanos. Aqui, a separação atingiu seu grau mais acabado entre as grandes cidades brasileiras

Colunista

O recado de Putin a Bolsonaro

Guilherme Coutinho

Colunista Guilherme Coutinho destaca que "a política internacional não é jogada com blefes e fake News e o governo eleito precisa aprender isso muito antes que coloque a soberania e o povo brasileiros em risco"; "Os bombardeiros russos vieram mostrar que a Venezuela ainda tem aliados importantes, não importa o quão grande seja o novo aliado dos EUA no continente. A autodeterminação dos povos ainda é um princípio universal e está cravada como cláusula pétrea em nossa constituição. Afinal, não se pode agir como os EUA, com orçamento e exército de Brasil. Digam para o presidente eleito, Putin mandou avisar", escreve ele

Colunista

Catedral de Campinas e as armas de Bolsonaro

Altamiro Borges

O triste episódio do atentado na Catedral de Campinas ainda exigirá investigação e dará muita audiência aos programas sensacionalistas e policialescos de rádio e tevê. Ele também podia servir a uma reflexão mais séria sobre a proposta de Jair Bolsonaro de liberação do porte de armas no Brasil.

Colunista

O Mito comeu a língua do Moro

William De Lucca

Moro, antes falastrão em um cargo jurídico, onde atuava de forma política, cala-se ao alçar voo para um cargo político de indicação política, onde teria toda a liberdade do mundo para opinar sobre o que bem entendesse; O presidente eleito Jair Bolsonaro vai embebedar o Juiz com o poder que ele tanto anseia e seu destino no STF mas, para isso, o Mito comeu a língua do Moro

Colunista

Os motivos que podem fazer o STF anular todo o processo contra Lula e tirá-lo da prisão

Othoniel Pinheiro Neto

O placar do julgamento do Habeas Corpus em favor do Lula está 2 a 0 no momento, estando suspenso por um pedido de vistas do Ministro Gilmar Mendes; assim, além do voto de Gilmar Mendes, ainda restam mais 2 votos com tendência de vitória do ex-Presidente, devido a uma enorme combinação de fatores e de fundamentos jurídico-constitucionais favoráveis a anulação do processo inteiro

Colunista

Mais uma vitória contra o Escola da Mordaça

Carlos Giannazi

Tanto na Câmara dos Deputados quanto na Assembleia Legislativa de São Paulo – onde também derrotamos o Escola da Mordaça no âmbito da Comissão de Educação, essas proposituras vão voltar à pauta. E teremos de combatê-las de modo inteligente, levando o máximo de esclarecimento à população

Colunista

Damares Alves e a insistência no padrão feminino

Jessica Santana

Damares representa o retrocesso. É preocupante que a futura ministra indicada para criar e fortalecer projetos para a defesa da mulher compartilhe dessas ideias e propague tantas outras inaceitáveis. Ela apresenta dados muitas vezes equivocados em suas falas e faz análises descoladas da realidade

Colunista

O labirinto da estupidez

Carlos D'Incao

Nunca um governo eleito teve tantas evidências de que será uma catástrofe, como é o caso do governo de Bolsonaro. Ao mesmo tempo, nunca um governo foi eleito com tanta consciência, por parte de seus eleitores, de todo o mal que ele representaria

Colunista

É melhor já ir se acuando

William Robson Cordeiro

Não teve sinal de arminha, nem levantou o tripé do microfone para "fuzilar a petralhada". O Jair Bolsonaro que se apresentou naquela chocante diplomação da segunda-feira (10) não parecia o Rambo, o corajoso que vai enfrentar os corruptos. Era um homem acuado, frágil, de aparência moribunda e como o mesmo discurso vazio que encantou seus eleitores raivosos e entorpecidos

Colunista

O direito humano pelo olhar da direita

Cristiano Lima

Hoje, o direito humano tem estado na mira de quem levanta a bandeira extremista, de misóginos e principalmente de quem defende a ideia de uma sociedade desigual. Para eles, os direitos humanos servem para proteger quem comete crimes ou está encarcerado

Colunista

A Era oficial da perfídia

Chico Vigilante

A partir de Primeiro de Janeiro, não haverá respeito aos direitos humanos no Brasil. Viveremos oficialmente a era da dissimulação e da mentira deslavada.