Ceará 247Voltar para CAPA do 247

Wagner: “Ainda não há decisão de vice ou de candidatos ao Senado”

:

De Brasília, onde cumpre agenda, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) esclareceu que, ao contrário do que vem sendo divulgado na imprensa local, não existe ainda especulação sobre integrantes da chapa que irá encabeçar na disputa pelo Governo do Estado. “Ainda não há decisão de vice ou de candidatos ao Senado”, explicou. Sobre sua situação no PR, o parlamentar disse que permanece indefinida

Roseno tira licença e Assembleia terá um parlamentar operário da construção civil

:

O deputado estadual Renato Roseno (Psol-CE) tirou licença de quatro meses, da Assembleia Legislativa. Em seu lugar assume o segundo suplente, Nestor Bezerra, também do Psol, da corrente interna Mais, operário da construção civil, pedreiro e sindicalista. Hoje cedo, operários da construção civil seguiram em passeata até a Assembléia Legislativa do Ceará, para ocupar as galerias durante a cerimônia   .

Eunício: 'Senado não é puxadinho de outro poder'

Valter Campanato/Agência Brasil: <p>Brasília - Entrevista coletiva com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que fala sobre a medida provisória da reforma trabalhista (Valter Campanato/Agência Brasil)</p>

Um dia depois de ter dito que o Palácio do Planalto não vai ditar a pauta do Congresso, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, voltou a falar da relação entre os Três Poderes; “A minha relação com os dois outros Poderes da República é de harmonia. Eu defendo a harmonia entre os Poderes. Mas sou muito firme na defesa do Poder que eu presido. Então ninguém vai pensar que isso aqui é puxadinho de qualquer outro", disse o presidente do Senado

Decisão de Eunício de suspender tramitação de PECS é questionada na CCJ

:

Integrantes da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), sugeriram, na reunião desta quarta-feira (21), que o Colégio de Líderes do Senado discuta o alcance da medida adotada pelo presidente Eunício Oliveira, de paralisar o andamento legislativo das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) enquanto vigorar a intervenção federal no Rio de Janeiro

Agressão a professores do Icó repercute na Assembleia

:

Na sessão de hoje (21), na Assembleia Legislativa, vários parlamentares se solidarizaram com os professores do município de Icé, vítimas de atos de violência policial na noite dessa segunda-feira, 19, quando protestavam, em frente à Câmara Municipal, contra o corte de salários, proposto por um um decreto da prefeita da cidade, Laís Nunes (PDT). Ontem, a presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), Enedina Soares, prestou depoimento na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE) denunciando o acontecido. O fato também foi duramente repudiado por diversas organizações do movimento social e sindical que assinaram uma nota conjunta denunciando a agressão

Heitor: “Cortar recursos da segurança pública no auge da crise é banalizar a violência”

:

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) fez duras críticas ao corte de recursos repassados pelo Governo Federal para o Ceará, aprovado ontem pelo Congresso Nacional. Segundo o parlamentar, apenas na segurança pública a perda é de R$ 18 milhões, em um momento crítico que o Estado atravessa na área. “Cortar recursos da segurança pública no auge da crise é banalizar a violência que estamos vivenciando, além de ser uma contradição flagrante ao envio de força-tarefa Federal para atuar no combate ao crime organizado aqui”, enfatizou, em pronunciamento nesta quarta-feira (21) na Assembleia Legislativa

“Ceará não precisa de intervenção porque tem governo”, diz Ciro

:

Para o pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), o Ceará não precisa de intervenção na área de segurança, como ocorreu no Rio de Janeiro. “Não precisa porque tem governo”, disse. Ciro concordou que os índices de criminalidade aumentaram nos últimos anos, mas assegurou que o poder do Estado é suficiente. “Aumentaram bastante, mas o governo vai tomar conta”

Nicole Barbosa deixará Adece para tentar mandato federal

:

Presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece), Nicolle Barbosa deverá deixar o cargo para disputar mandato de deputada federal pelo PSC. Nesta quinta-feira (22), ela coordena encontro da legenda com pré-candidatos a cargos proporcionais

Guimarães: “O Governo dá com uma mão e tira com a outra”

:

O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), engrossou o coro de críticas ao corte de recursos federais que seriam destinados ao Ceará, aprovado esta semana no Congresso Nacional. Em razão do cancelamento, o Ceará deixará de receber, ao todo, R$ 98,6 milhões.  A área mais afetada foi a educação, que perdeu R$ 50,6 milhões. Em meio à crise na segurança pública, o setor deixará de receber R$ 18 milhões. “O Governo dá com uma mão e tira com a outra. Vai ser a mesma coisa que vão fazer com o projeto de lei que vai garantir recursos para a intervenção federal no Rio de Janeiro”

MÍDIA

Safatle: poder civil-militar paira sobre o Brasil

: <p>Vladimir Safatle</p>

"Em uma democracia em colapso, como a do Brasil, o recurso às Forças Armadas para preencher o vazio do poder do governo civil é um convite à extensão de seu domínio em outras esferas ou, ainda, um convite à constituição de um monstruoso poder civil-militar que parece agora pairar sobre a sociedade brasileira. (...) Isso expressa a nova permeabilidade do poder civil à presença militar, como se o Brasil estive dando paulatinamente forma a um regime híbrido no qual a força militar aparecerá como uma espécie de poder moderador a ser sempre consultado e sempre pronto a entrar em operação para colmatar a falência da gestão social brasileira", escreve Vladimir Safatle

Revista Brasil 247

Edição #197

Revista do dia

'Revista Oásis - Edição #362

Colunistas

Colunista

Liberdade, abre as asas sobre nós

Chico Vigilante

Daqui a pouco vão nos impedir de usar camisetas com poemas que não agradem as elites, ver filmes sobre nossa história recente, cantar canções de protesto ao golpe. Teremos que parar de pensar também? Assim foi na ditadura militar que dominou o Brasil mais de 20 anos

Colunista

Segurança Pública e pacto democrático

Walter Sorrentino

Rio, cidade que é caixa de ressonância nacional, está no descalabro político-administrativo. O crime organizado infiltrou-se nas instituições e a insegurança pública é galopante. O povo do Rio não merece essa situação, clama por soluções urgentes contra a violência, com razão. Não é possível deixar de se solidarizar com os cariocas

Colunista

Corrupção se combate pelo exemplo

Celso Raeder

O combate à corrupção nunca esteve tão em moda no Brasil. São muitos os motivos que justificam o sentimento de impunidade, mas quero destacar um, que considero a mãe de todas as desconfianças: a seletividade

Colunista

Notícia alvissareira: esquerda dá um passo rumo à unidade

José Reinaldo Carvalho

Em meio a tantas vicissitudes, desencontros, expressões de desânimo e confusão política e ideológica próprios de um momento de defensiva das forças democráticas e populares, um fato alvissareiro: o lançamento de um programa político, com projeção tática e estratégica, pelos partidos PCdoB, PT, PSOL e PDT

Colunista

Em defesa da liberdade de ensino e da Constituição

Fátima Bezerra

Demonstrando desconhecer os tópicos e a bibliografia da mencionada disciplina e os princípios constitucionais, Mendonça Filho reagiu como um censor em tempos de ditadura civil-militar ou como um militante do MBL a reivindicar uma escola sem partido, ou seja, uma escola desprovida de pensamento crítico

Colunista

Tem certos dias….

Washington Luiz de Araújo

Ambas chocantes, as fotos levam a gente a várias reflexões e revolta. fico pensando no trauma destas crianças confrontadas desta forma. Estes caras estão preparados para enfrentar criminosos se não sabem nem discernir criança de bandidos? 

Colunista

Vencemos uma batalha...

Paulo Paim

O governo federal suspendeu a proposta de emenda à Constituição da reforma da Previdência. Ele sentiu o calor das ruas contra essa verdadeira barbárie que iria liquidar com o direito da aposentadoria e matar os sonhos da nossa juventude

Colunista

Segurança se faz com gestão; e não com intervenção

Durval Ângelo

O governo Pimentel demonstra que segurança pública se faz com gestão e investimentos, e não com intervenção.É bom lembrar que o “vampiro” congelou os gastos públicos por 20 anos, impondo cortes de recursos imprescindíveis à segurança pública e a programas sociais. A crise que assola o Rio é reflexo disso

Colunista

Lava jato já respira por aparelhos

Esmael Morais

Nesta nova pauta — de guerra ao ‘crime’ — não o de colarinho branco — não há espaço algum para a lava jato. Por isso a força-tarefa do juiz Sérgio Moro respira por aparelhos. Portanto, a operação de hoje pode ser apenas um dos últimos espasmos

Colunista

STF volta a sinalizar com habeas corpus favorável ao ex-presidente Lula

Esmael Morais

O STF acenou fortemente  pela concessão de habeas corpus a Lula. Dois eventos, embora não digam a respeito do caso do petista, sinalizam nesta direção: concessão de habeas corpus coletivo para mães e gestantes presas e a pressão de ministros para que Carmén Lúcia paute em plenário a discussão sobre prisão após segunda instância

Colunista

Viva a Tuiuti

Sebastião Costa

Nesses tempos bicudos de Moro e Dallagnol, TRF e Supremo, Cunha, Temer, Aécio, Geddel, Jucá... golpe, intervenção militar, um carnavalzinho pra descontrair cai muito bem, até porque ninguém é de ferro e melhor ainda, um carnaval diferenciado, com a avenida carregada de novidades, repleta de audácia e irreverência da Paraíso do Tuiuti

Colunista

Alckmin deixa Doria ser candidato ao governo, mas não necessariamente para ganhar

Renato Rovai

Nesta terça (20), o PSDB de São Paulo aprovou a antecipação das prévias para a candidatura ao governo do Estado.  Num lance muito mais inteligente do que a interpretação dos analistas, Alckmin fez parecer ter fechado com Dória, mas ao fim e ao cabo fechou foi com ele próprio. O prefeito vai se desincompatibilizar no final do mês que vem. E a prefeitura passará às mãos de Bruno Covas, que tem sido fiel escudeiro do prefeito, mas que de origem é mais fiel ao governador

Colunista

Generais negros!

Ângelo Cavalcante

O exército brasileiro intervem firme com "autorização para matar" e atualiza a lei de segurança nacional! É golpe renovado com ares de empreendimento democrático e (pasmem!) fora aprovado, inclusive, pelo parlamento federal! Não é detalhe menor o fato de partidos historicamente anunciados como trabalhistas terem votado em bloco pela intervenção

Colunista

Meu corpo, minhas regras

Lelê Teles

É meu este corpo? Por todos os lados eu vejo grilhões, baraços, algemas. A sociedade me aprisiona e se apropria do meu corpo. É ela quem impõe os padrões éticos e estéticos para moldar meu corpo. Você tá feliz com o corpo que tem? Você só será feliz com o corpo que a sociedade quer que você tenha e ela nunca está satisfeita!

Colunista

Rio de Janeiro, tão longe do céu, tão perto da Globo

Edison Brito

Não podemos subestimar o Michel Temer. Ele deve ser levado muito a sério. Afinal, o traidor é um constitucionalista. Deu aula na PUC. Teoricamente conhece muito da carta magna, certo? Bem, a intervenção no Rio de Janeiro faz parte desse processo de garantia de continuidade do golpe. Rio, tão longe do céu, tão perto da Globo

Colunista

Temer, CNBB e a violência

Nilto Tatto

Cruel e sempre assustadora, a violência se manifesta em diferentes faces. E no cerne de sua expressão, a vida e a dignidade das pessoas, sobretudo entre os mais vulneráveis, são violadas constantemente. Temer adota um álibi de combate à violência que não se sustenta com essa infame intervenção no Rio de Janeiro, uma vez que o estado está longe de figurar entre os primeiros lugares nesse lamentável ranking

Colunista

CESP pode ser privatizada por Alckmin nos próximos dias

Luiz Henrique Dias

Responsável por 1,65 gigawatts de potência instalada em três usinas, a empresa é vista como muito lucrativa - a Bovespa tem mostrado isso com fortes altas das ações sempre que o governo paulista fala na venda da CESP; a gestão Alckmin chegou a agendar um leilão para 2017, mas inseguranças jurídicas quanto a renovação dos contratos de energia por parte do governo Temer atrapalharam os planos; a previsão é de publicação do novo edital de privatização até abril 

Colunista

O RJ merece mais democracia e empregos

Izídio de Brito Correia

A saída para o RJ é complexa, mas passa pela necessária intervenção democrática com a convocação de novas eleições gerais para restaurar a autoridade governamental e civil no Estado. Também será fundamental uma intervenção social com o retorno de investimentos nas áreas da saúde, educação e segurança pública

Fechar