Maranhão 247Voltar para CAPA do 247

Dino assina pacote de pavimentação de 200 km para Ilha de São Luís

: <p>Governador assinou pacote do Mais Asfalto beneficiando mais de 1,4 milhões de pessoas da Grande Ilha. Foto: Karlos Geromy/Secap</p>

O governo estadual deu início à 3ª etapa do maior programa de desenvolvimento urbano da história da Ilha de São Luís. Em solenidade realizada no Palácio Henrique de La Rocque, o governador Flávio Dino autorizou o início de obras de pavimentação e mobilidade do Mais Asfalto nos quatro municípios da Ilha, que beneficiarão 1,4 milhão de pessoas; o investimento será de R$ 80 milhões para o asfaltamento de cerca de 200 km de vias

Movimentos sociais bloqueiam acesso à base de Alcântara

:

Em um dia marcado por protestos e ocupações do MST, representantes de movimentos sociais bloquearam o acesso ao Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, contra a entrega da base para os EUA; de acordo com o MST, cerca de 400 pessoas de diversas entidades e movimentos do país fecharam os acessos da base para denunciar a retomada dos acordos com o país norte-americano, que pedem a entrega do centro de lançamento de foguetes; movimentos afirmam que o presidente Michel Temer adota uma “política de entreguismo”, com o aprofundamento de privatizações e outras ações que atacam a soberania nacional

Dino: oligarca tem saudades do passado de privilégios

Karlos Geromy: <p>Governador Flávio Dino participou da sessão solene da abertura dos trabalhos do Poder Legislativo do Maranhão. Foto: Divulgação</p>

As realizações do governo do Maranhão, de Flávio Dino (PCdoB), e a popularidade em alta, têm incomodado a direita oligarca que comandou o estado por cinco décadas; "Claro que um oligarca não considera importante que, em dois anos, tenhamos construído ou reconstruído mais escolas do que em décadas. Claro que um oligarca sente saudades do passado em que havia espaço para ele se tornar sócio de 'investidores' em tenebrosas transações", afirmou o governador

Gleisi desmente Waldir Maranhão sobre 2018

:

Presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, negou qualquer tipo de acordo com o deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA) em relação à candidatura majoritária e com apoio do ex-presidente Lula; “Encontrei-me com o deputado Waldir Maranhão para um cumprimento. Em nenhum momento falou-se em candidatura ao Senado nem tão pouco falei, ou reafirmei, apoio do presidente Lula a sua candidatura. Discussões sobre processo eleitoral e apoios às candidaturas locais cabem à direção estadual do PT no Maranhão”

Justiça determina indisponibilidade de bens de ex-prefeita ostentação

:

Uma decisão proferida pelo Judiciário em Bom Jardim determina a indisponibilidade de bens da ex-prefeita Lidiane Leite, bem como de Humberto Dantas, Marcos França e Rosyvane Silva Leite; a indisponibilidade engloba imóveis, veículos, valores depositados em agências bancárias, que assegurem o integral ressarcimento do dano até ulterior deliberação judicial, limitado à quantia R$ 540 mil; partir de outubro de 2015, Lidiane ficou conhecida nacionalmente como a "prefeita ostentação", depois de mostrar uma vida de luxo nas redes sociais e chegou a ficar 11 dias presa por desvio de verba pública; "Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem", disse ela nas redes sociais

Operação Rêmora: MPF denuncia Aragão e mais três por desvios na saúde

:

O MPF/MA denunciou Antônio Augusto Silva Aragão, presidente do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac) e do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), Bruno Balby Monteiro e Mauro Serra Santos, diretores responsáveis pela gestão financeira do Instituto, por apropriação e desvio de R$ 18,9 milhões em recursos públicos destinados à saúde, além de ocultação e dissimulação da origem do dinheiro desviado; de acordo com a denúncia, parte dos recursos desviados foi direcionada para pessoas vinculadas ao PSDC, incluindo vereadores e o próprio partido

Dino: não sairemos da recessão com esse caos político

:

Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) criticou nesta quinta-feira, 20, o ciclo vicioso entre a crise política e a depressão econômica causada pelo golpe parlamentar de 2016 contra a presidente Dilma Rousseff; "Quanto mais recessão, mais crise fiscal. E não sairemos da recessão com esse caos político. Esse é o beco em que a ambição meteu o Brasil", disse o governador maranhense em seu perfil no Twitter

De olho em 2018, Sarney tenta boicotar o Maranhão

: <p>José Sarney e Michel Temer</p>

O ex-senador José Sarney (PMDB) dedicou as últimas semanas a prospectar oportunidades para boicotar o governo Flávio Dino (PCdoB); em conversas com empresários atrelados ao seu clã, por exemplo, garantiu que a filha Roseana Sarney (PMDB) volta em qualquer circunstância ao Palácio dos Leões em 2018, pelo menos se depender de Michel Temer (PMDB)

BNB quer punição de Nelma Sarney por manobra em favor de advogado

:

Cunhada de José Sarney, a desembargadora Nelma Sarney, além de responder processo no CNJ por favorecer o ex-assessor, José Mauro Bezerra Arouche, em concurso público para tabelião, também foi denunciada pelo Banco do Nordeste por prática ilegal e por não atender ao princípio do juiz natural, na época que era corregedora-geral de Justiça do Maranhão, em processo milionário envolvendo honorários advocatícios; segundo o BNB, houve manobra de Nelma Sarney para o caso não voltasse às mãos do juiz titular da 7ª Vara Cível, que havia aceitado o recurso da defesa estipulado o valor do saldo devedor em R$ 491,8 mil

CEARÁ 247

Levante explica por que escrachou Eunício

:

"Eunício Oliveira, senador do PMDB é um mega latifundiário brasileiro, dono de 92 imóveis rurais em Goiás e no Ceará. O ruralista, citado na Lava Jato, sob acusação de ter recebido 2 milhões da Odebrecht, também é dono de empresas de limpeza, segurança e transporte de valores, cujos contratos com a União chegam a casa das centenas de milhões. Sendo um dos políticos mais ricos do país, se elegendo com campanhas milionárias, Eunício de Oliveira não pode ser considerado um representante do Povo brasileiro, mas sim seu inimigo", diz nota do Levante Popular da Juventude, do MST e do Movimento dos Atingidos por Barragens

RIO 247

Depressão Temer-Meirelles fecha 900 lojas no Rio em apenas um mês

:

"A queda das vendas e da atividade econômica, aliada a grave crise do Estado do Rio de Janeiro, que tem inibido os consumidores, são os principais responsáveis pelo fechamento de 914 estabelecimentos comerciais na cidade do Rio de Janeiro, 149% a mais do que no mesmo mês do ano passado. A pesquisa, do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, mostra também que no semestre – janeiro/junho – foram fechados 4.154 estabelecimentos, 76,2% a mais do que no mesmo período de 2016", informa a CDL-Rio

Revista Brasil 247

Edição #154

Revista do dia

Revista Saúde 247 - Edição #83

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247

Fechar