Minas 247Voltar para CAPA do 247

Em Minas, Dilma continua disparada em primeiro lugar, aponta Datafolha

Ricardo Stuckert: <p>dilma</p>

Em Minas Gerais, Dilma Rousseff continua disparada em primeiro lugar para o senado, segundo o Datafolha; ela tem 29% das intenções de voto, bem distante de seus concorrentes diretos,  Carlos Viana (PHS, com 14%), Rodrigo Pacheco (DEM, com 13%) e Dinis Pinheiro (SD, com 10%); na briga pelo governo, o tucano Anastasia chegou a 33% e o petista Fernando Pimentel atingiu 23%; em terceiro lugar está o candidato do Novo, Romeu Zema, que oscilou de 5% para 7%

Em debate, Anastasia fala em intervenção em Minas por falta de pagamento a municípios

:

O principal enfrentamento do morno debate entre os candidatos so governo de Minas Gerais Antonio Anastasia (PSDB) e Fernando Pimentel (PT) girou em torno da 'culpabilidade' acerca da crise financeira do estado; o herdeiro político de Aécio Neves afirmou que a situação de não pagamento dos repasses constitucionais às prefeituras poderia ensejar uma intervenção federal no estado; Pimentel retrucou: “eu trabalho por Minas, ao contrário dos senadores que não fizeram nada e ainda patrocinaram o golpe"

Correia saúda Haddad e sinaliza maior virada eleitoral da história do País

:

O deputado estadual Rogério Correia (PT), candidato a deputado federal, prestou apoio ao presidenciável e correligionário, Fernando Haddad, que apareceu em segundo lugar na pesquisa CNT/MDA; com 17,6% dos votos; "Pode apostar: é só o começo da provavelmente maior virada eleitoral da história das eleições presidenciais no Brasil", disse

Ibope: Dilma se mantém líder isolada ao Senado

Ricardo Stuckert: <p>dilma rousseff</p>

Pesquisa Ibope para o Senado em Minas Gerais mostra que Dilma Rousseff segue líder com 28%; Jornalista Carlos Viana (PHS) com 15%; Dinis Pinheiro (SD), com 9%; Rodrigo Pacheco (DEM), 8%; para o governo do Estado, Antonio Anastasia (PSDB) está 33%, seguido de Fernando Pimentel, com 22%

TRE-MG rejeita dez impugnações e registra Dilma candidata ao Senado

:

O Tribunal aceitou o registro da candidatura ao Senado da presidente deposta pelo golpe, Dilma Roussef (PT), derrubando dez impugnações apresentadas contra ela; Dilma lidera com folga as pesquisas para o Senado no estado, com 26% das intenções dos votos, de acordo com o último levantamento Ibope

'Se desafiamos algum interesse somos punidos', diz promotor afastado por Toffoli

:

O promotor Eduardo Nepomuceno de Souza, que foi impedido pelo presidente do STF, Dias Toffoli, de retomar suas atividades no mesmo dia em que anunciou que pretendia reabrir um inquérito contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afirmou que "existe uma realidade no Brasil que é muito comum com policial civil, militar, delegado, servidor público, promotores e juízes do interior que sempre que eles desafiam algum interesse eles acabam punidos, afastados, escanteados"

Correia: vou marcar de perto o projeto de Aécio

:

O deputado estadual Rogério Correia (PT), candidato a deputado federal, criticou o senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos arquitetos do golpe; "Como deputado federal, vou marcar o Aécio de perto. Não ele, mas o projeto que ele significa", disse Correia no Twitter

Pimentel quer crescer na “onda vermelha” de Haddad

Manoel Marques: <p>Governador Fernando Pimentel e secretários falam sobre o diagnóstico de gestão. 06-04-2015- Palácio Tiradentes Foto: Manoel Marques/imprensa-MG</p>

A subida meteórica de Fernando Haddad (PT) nas pesquisas eleitorais servirá para impulsionar à reeleição do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT); atrás do senador Antonio Anastasia (PSDB), Pimentel quer ganhar votos tirando proveito da “onda vermelha” de crescimento do candidato do PT a presidente; Haddad e Pimentel fazem campanha juntos nesta sexta-feira (21) em Ouro Preto e Betim

Dilma repudia preconceito de Mourão contra mães e avós ‘heroínas’

:

"No Brasil, segundo o IBGE, há 11,6 milhões de lares formados por mulheres e seus filhos, sem a presença de cônjuges masculinos. Minha solidariedade às mães e avós que heroicamente criam os seus filhos e netos sozinhas", manifestou-se a presidente deposta pelo golpe e candidata ao Senado por Minas Gerais, Dilma Rousseff, em repúdio ao preconceito do General Mourão, vice de Bolsonaro, que chamou de "lares desajustados" para o tráfico aqueles que não têm a presença masculina

MÍDIA

Haddad participa do primeiro debate de candidatos à Presidência. TV 247 transmite

Foto: Ricardo Stuckert.:

 Fernando Haddad participará do primeiro debate com os demais candidatos a presidente na noite desta quinta, a partir de 21h30, na TV Aparecida, promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); o debate acontece depois de o presidente da CNBB ter se pronunciado sobre as eleições, em fevereiro deste ano, negando apoio a candidatos à Presidência que sejam promotores de violência no país; a TV 247 irá transmitir ao vivo

Revista Brasil 247

Edição #229

Revista do dia

Revista Saúde 247 - Edição #143

Colunistas

Colunista

Não é hora de brincar de eleição

Dimas Roque

As eleições deste ano não são para marcar uma posição política. Elas devem ser para ajustar os caminhos da democracia que foram desfeitos quando do impedimento da então Presidenta Dilma Roussef. Uma história triste para o Brasil e que deve servir, para toda a esquerda e a centro-esquerda, como exemplo do que não podemos deixar acontecer novamente

Colunista

Haddad vai peitar a regulação da mídia?

Altamiro Borges

Espera-se que Fernando Haddad, caso seja eleito presidente da República, não recue mais uma vez nesta disposição para enfrentar este segundo Estado, este poder tirânico. Do contrário, a democracia brasileira sempre estará correndo sérios riscos de novos golpes

Colunista

A eleição da imbecilidade

Jose Carlos de Assis

O sistema eleitoral brasileiro tornou-se um conluio entre o Congresso, atuando estritamente sob forma corporativa para perpetuar os mandatos dos parlamentares atuais, e a Justiça Eleitoral, cerceadora de qualquer atividade eleitoral nova criativa. Estamos nas mãos das duas instituições totalmente desgastadas

Colunista

O Brasil Voltará a Ser Feliz!

Wilmar Lacerda

Haddad cresceu 11 pontos em sete dias. Isso significa que a cada dia ele obteve 1 milhão e 800 mil votos a mais. Nunca um candidato cresceu tanto em tão pouco tempo. Esse crescimento, por ser forte, tem inércia. A transferência de votos de Lula para Haddad ainda não se completou. Apenas começou

Colunista

Atentado, perguntas sem respostas

Fernando Rosa

A demora no esclarecimento dos fatos sobre o atentado contra Jair Bolsonaro, somada a veiculação de informações pontuais pela imprensa, provoca uma série de questionamentos. O primeiro deles é qual é o critério, ou interesse, em separar o processo de investigação em duas partes? 

Colunista

Os caminhos para a democracia

Pedro Maciel

É tempo de nos opormos ao descuido e ao descaso com a democracia, é tempo de cuidados. E “cuidar” é mais que um ato, é uma atitude, pois abrange mais que um momento de atenção, representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro

Colunista

Sim, senhor general, somos todos profundamente “desajustados”

Lúcia Helena Issa

Afirmar que lares onde não há a presença do avô ou do pai são "fábricas de desajustados" diz muito sobre o Brasil assustador, medieval e inspirado em Torquemada, que o senhor e seu capitão desejam construir. Um Brasil misógino, intolerante, que culpa as mulheres por todos os fracassos coletivos ou sociais e que nos levaria a todas às fogueiras medievais, se isso ainda fosse possível

Colunista

Judeus contra Bolsonaro

Mauro Nadvorny

Nós chamamos a todas as minorias a cerrarem fileiras contra este candidato e a todos os Brasileiros a se unirem a nós contra o que ele representa. O Brasil precisa de amor, de educação e de justiça social. Esta é a mensagem de paz

Colunista

Em que poste você deve votar?

Ricardo Fonseca

Todos já sentiram na pele e que somente há poucos dias foi confessado pelo ex-presidente do PSDB, Tasso Jereissati, e cujo arrependimento (ou mea-culpa, como queiram) não os livram do remorso inexorável pelo que sobrou do País, com Michel decorativo Temer presidente

Colunista

O próximo golpe será na Venezuela

Mirela Filgueiras

Quando uma tentativa de assassinato contra um chefe de estado é realizada em plena luz do dia, durante um desfile militar televisionado e com milhares de pessoas no local é porque os golpistas já não estão preocupados em deixar, nem sequer, uma dúvida, nem que seja frágil e curta, na população

Colunista

Persecução à Cristina Kirchner

Guillermo Gomez

O desprestigiado e parcial juiz Bonadio não pedirá agora a suspensão do fórum privilegiado de Cristina, o que é necessário para detê-la. A ordem de prisão preventiva a Cristina Kirchner, é uma afirmação de argumento absurdo, porque supõe que ela poderia prejudicar a investigação ao ser apoiada por meios de comunicação relacionados a ela

Colunista

A quem Cristovam Buarque pensa que engana?

Marcelo Neves

Não satisfeito em apoiar o golpe, Cristovam apoiou todas as medidas do Governo Temer contra o povo mais pobre do Brasil e do DF. No Senado, ele votou a favor da EC n° 95, que congelou por 20 anos os investimentos em educação e saúde. E com isso ele mostrou que seu compromisso com a educação sempre foi apenas um slogan eleitoral

Colunista

Haddad, o pacificador, será presidente

Valquer Bicalho

Haddad além de crescer forte não esgotou sua capacidade de agregação dos votos de Lula, ainda falta muito para se dar a transferência completa. E os votos que ele já tem o colocam no segundo turno. Haddad deverá ter a transferência de mais de 80% dos votos do Ciro e Marina e um bom quinhão de eleitor de Alckmin

Colunista

Mulambos e Calabares

Fernando Rosa

O candidato a vice do capitão Bolsonaro, o general Mourão, mostrou a que veio na campanha eleitoral. Chamou os países emergentes de “mulambada”, em especial os africanos, asiáticos e latinos. As palavras dele traduzem a negação da história do Exército Nacional, parido na “Guerra Brasílica”, no século XVII, que uniu índios, negros e portugueses – ou seriam “mulambos”?

Colunista

A eleição do contra

Michel Zaidan

Há que se distinguir duas importantes questões: a liberdade de LULA: a outra, a campanha eleitoral deste ano. Atrelar as duas foi um cálculo que pode dificultar o crescimento eleitoral de Haddad nesse meio tempo de propaganda que ainda resta. A favor do candidato petista, pesam a pequena rejeição e o patrocínio de LULA, com o seu imenso prestígio popular

Colunista

General Mourão e a fantástica fábrica de desajustados

Nêggo Tom

Como ignorância pouca é bobagem, o General agora resolveu nos mostrar a sua veia sociológica, e declarou, com todo o seu conhecimento pedagógico, que “Eminentemente, nas áreas carentes onde não há pai, nem avô, é mãe e avó, e, por isso, torna-se realmente uma fábrica de elementos desajustados