Rio 247Voltar para CAPA do 247

‘Ele sabe das cicatrizes que causou’, diz ex-mulher de Freixo

: <p>Marcelo Freixo, candidato do PSOL à Prefeitura do Rio</p>

A ex-mulher do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), Priscilla Soares, acusa o ex-marido de machismo e diz que "ele sabe das cicatrizes que causou em mim e em outras mulheres"; “O machismo pode ser uma prática silenciosa e de homens muito respeitáveis”, completou Priscilla   

Justiça analisa pedido de habeas corpus para Rafael Braga, preso em protesto

Fernando Frazão/Agência Brasil: <p>Ativistas protestam com faixas e cartazes no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pela liberdade de Rafael Braga Vieira, morador de rua detido em 2013 durante uma manifestação (Fernando Frazão/Agência Brasil)</p>

O TJ-RJ deve analisar um pedido de habeas corpus do catador de material reciclável Rafael Braga; jovem, negro e pobre, ele é a única pessoa que segue presa por fatos ligados às manifestações de junho de 2013; a 32ª Vara Criminal o condenou o jovem 5 anos e 10 meses de prisão. Desde então, o caso virou símbolo do movimento negro brasileiro; "Rafael Braga, negro e sem privilégios, nem sequer vem tendo seu direito à defesa respeitado. A desigualdade de nosso país se reflete de maneira brutal na Justiça", afirmou o deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) 

Vagner Freitas: Ninguém quer investir num país com presidente denunciado por corrupção

:

Presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, diz que o tarifaço sobre os combustíveis, mesmo após a aprovação da PEC do fim do mundo, é um reflexo da desconfiança internacional a um país governado por um presidente denunciado por corrupção; "O Temer está aumentando imposto porque ninguém quer investir no Brasil com um presidente denunciado, que não tem representatividade", afirmou

Manifestação taxistas no Rio é marcada por confrontos

Tânia Rêgo/Agência Brasil: <p>Rio de Janeiro - Taxistas protestam contra aplicativos de transportes de passageiros em carro particular, como nos serviços oferecidos por empresas como Uber e 99 Pop (Tânia Rêgo/Agência Brasil)</p>

Um protesto realizado por taxistas no Rio de Janeiro para cobrar medidas da prefeitura contra os aplicativos de transporte como Uber e Cabify foi marcado por momentos de tensão; o principal confronto ocorreu em frente à Prefeitura do Rio; centenas de manifestantes e policiais militares se envolveram em uma confusão; os motoristas lançaram garrafas e objetos nos guardas, que revidaram com bombas de gás lacrimogêneo e disparos de balas de borracha

Depressão Temer-Meirelles fecha 900 lojas no Rio em apenas um mês

:

"A queda das vendas e da atividade econômica, aliada a grave crise do Estado do Rio de Janeiro, que tem inibido os consumidores, são os principais responsáveis pelo fechamento de 914 estabelecimentos comerciais na cidade do Rio de Janeiro, 149% a mais do que no mesmo mês do ano passado. A pesquisa, do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, mostra também que no semestre – janeiro/junho – foram fechados 4.154 estabelecimentos, 76,2% a mais do que no mesmo período de 2016", informa a CDL-Rio

Taxistas do Rio protestam contra Uber e 99 Pop

 REUTERS/Kai Pfaffenbach: <p>uber taxi</p>

Taxistas do Rio estão reunidos em frente ao prédio da prefeitura para reivindicar que o poder público não regulamente o transporte de passageiros em carro particular, como nos serviços oferecidos por empresas como Uber e 99 Pop; o protesto reúne cerca de dois mil taxistas; muitos vestem camisas amarelas, em alusão à cor oficial dos táxis da cidade; o trânsito está congestionado na Avenida Presidente Vargas

Secretário quer criar comitê para ações do Plano Nacional de Segurança no Rio

:

O secretário de estado de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, propôs a criação do Comitê Especial de Segurança Pública dentro das ações que feitas pelo Plano Nacional de Segurança Pública no estado; de acordo com o secretário, a função do comitê é orientar e facilitar a operação das estruturas de segurança, inteligência e defesa; a proposta do secretário foi apresentada, durante a primeira reunião de integração para definir estratégias que serão utilizadas no Plano Nacional de Segurança, lançado pelo governo federal

Rodrigo Maia é dono de escritório usado pelos grupos Odebrecht e BTG Pactual

REUTERS/Ueslei Marcelino: <p>Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante cerimônia em Brasília 07/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino</p>

Sucessor natural caso Michel Temer seja apeado do Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) é dono das salas de escritórios usadas pelas empresas Odebrecht e BTG Pactual no Rio de Janeiro; o aluguel de uma sala semelhante, em valores atuais de mercado, é de cerca de R$ 15 mil mensais; ambas as empresas ganharam destaque nas páginas político-policiais nos últimos anos, na esteira de uma profunda e bilionária relação com o poder público

MP processa Cunha e Funaro por prejuízo a fundo de previdência

:

O Ministério Público do Rio (MPRJ) ajuizou Ação Civil Pública contra o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o doleiro Lúcio Bolonha Funaro e outras dez pessoas por improbidade administrativa; MP pede o ressarcimento de danos financeiros causados à Previdência Complementar dos Funcionários da Cedae (Prece) por operações fraudulentas na bolsa de valores BM&F. O prejuízo foi de R$ 41 milhões, segundo inquérito administrativo instaurado pela Comissão de Valores Mobiliários; ao todo, 12 acusados vão responder por ato de improbidade administrativa pelas fraudes.

PARANÁ 247

Após acordo, patrão espanca ex-funcionária e pega dinheiro de volta

:

Em Curitiba, proprietário de restaurante agride e toma dinheiro de ex-funcionária após rescisão de contrato; Almir Souza agrediu e tomou cerca de R$ 3 mil dentro de um elevador após celebrar o fim de contrato com a ex-empregada; Após procurar o advogado do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro, Meios de Hospedagem e Gastronomia, ela prestou queixa e relatou ter sido ameaçada pelo ex-patrão

ECONOMIA

Miriam Leitão: Temer está perdido na área fiscal

: <p>Míriam Leitão e Michel Temer</p>

Para Miriam Leitão, colunista do Globo, "o governo continua improvisando na área fiscal" e por isso, não inspira confiança; "do ponto de vista fiscal, ele não sabe para onde correr, conta com receitas incertas e fica anunciando uma medida diferente por dia", disse; principal porta-voz da Globo para Economia, Miriam Leitão alimentou a farsa das pedaladas fiscais que levaram ao impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff

Revista Brasil 247

Edição #154

Revista do dia

Revista Saúde 247 - Edição #83

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247

Fechar