Rio Grande do Sul 247Voltar para CAPA do 247

Pimenta: setores da direita sabem que vitória de Lula é inevitável

:

Segundo o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), setores de direita estão "desesperados" com a liderança de Lula nas pesquisas; "Sabem que quanto mais usam a mentira e a perseguição judicial, mais Lula cresce pq o povo brasileiro sabe o que está em disputa e confia no que ele fez como presidente!", disse

Maria do Rosário: ataque a venezuelanos é uma barbárie

Lúcio Bernardo Jr. - Câmara:

"Lembremos q a CF/88 se rege pelos Direitos Humanos e afirma no art. 5º/XV - é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qquer pessoa,..nele entrar, permanecer e sair", afirmou a deputada federal pelo PT-RS

Lula dispara em todas as regiões e já tem 43% até no Rio Grande do Sul

Ricardo Stuckert: <p>lula</p>

Cientista político e autor do best-seller "A Cabeça do Brasileiro", Alberto Carlos Almeida faz uma análise sobre as pesquisas estaduais realizadas pelo Ibope entre 13 e 17 de agosto; "Dão uma dimensão da força eleitoral de Lula", diz Almeida, destacando os resultados no Rio Grande do Sul, onde Lula tem 43%; segundo ele, o Estado "é a grande novidade quando comparado com eleições anteriores, talvez porque agora o PT seja oposição ao governo federal"

Manuela: decisão da ONU sobre Lula é obrigatória

Thallita Oshiro/Facebook Manuela D'Ávila: <p>Manuela D'Ávila</p>

A deputada Manuela d’Ávila (PCdoB) considera que a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU é obrigatória e deve ser cumprida imediatamente. Para ela “o descumprimento tirará o último véu da violência golpista em curso contra Lula”

Décio Lima lidera em Santa Catarina, mostra Ibope

:

Levantamento do Ibope divulgado nesta sexta-feira (17) mostra que o deputado Décio Lima, candidato do PT, lidera preferência do eleitor de Santa Catarina para o governo do Estado; Décio aparece com 16%, seguido de Mauro Mariani (MDB), com 11%; Gelson Merisio (PSD), 6%; Ângelo Castro (PCO), 4%; Ingrid Assis (PSTU), 2%; Portanova (Rede), 2%; Comandante Moisés (PSL), 1%; Jessé Pereira (Patriota), 1%; Camasão (PSOL), 0%. Brancos e nulos somam 34% e indecisos chegam a 23%

Pimenta: o mundo já sabe o que a mídia brasileira tenta esconder

: <p>tweet paulo pimenta</p>

"O mundo reconhece o que a imprensa brasileira tenta (sem sucesso) esconder: a injustiça contra Lula. A decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU é contundente e deve ser imediatamente cumprida, a não ser que o juiz Sergio Moro tenha jurisdição sobre a ONU!", diz o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), ao comentar a decisão que garante direitos políticos de Lula

Manuela: economia perde competitividade com privatização da Eletrobras

Stuckert:

Segundo a deputada estadual Manuela D'Ávila (PCdoB), a privatização da Eletrobras "ameaça nossa segurança energética e nossa soberania, e a economia perde competitividade"; "Só temos a perder", afirmou ela no Twitter; "O resultado vai pesar no bolso do trabalhador e da trabalhadora, que deve pagar mais pela energia consumida"

MICHEL ZAIDAN

A ONU, a Justiça brasileira e a prisão de Lula

Stuckert/ONU: <p>lula onu</p>

Para o cientista político e colunista do 247 Michel Zaidan, "ignorar a resolução do Comitê de Direitos Humanos da ONU, o voto da maioria do povo brasileiro, o direito à presunção de inocência e a elegibilidade de qualquer candidato lança uma suspeita muito grave sobre o resultado dessas próximas eleições presidenciais e pode custar caro ao país na esfera do direito internacional"   

Revista Brasil 247

Edição #225

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #386

Colunistas

Colunista

Trotski anteviu fenômeno populista lulista

César Fonseca

Trata-se, como disse Trotski, do triunfo populista dos líderes populares autênticos cuja força sobrepõe-se, à larga, aos partidos da burguesia financeira e industrial, cuja sustentação, no parlamento, se dá com compra de interesses políticos e econômicos partidários

Colunista

O PT comanda o início da disputa sucessória

Guilherme Scalzilli

A força inicial da chapa Lula-Haddad transborda os limites simbólicos da “anticandidatura” de protesto. Sua competitividade irrefutável generalizou a expectativa de que as eleições serão decididas entre o lulismo e alguma fatia da direita

Colunista

A mulher nas eleições de 2018

Cleusa Slaviero

O campo progressista está bem representado por mulheres de conhecida competência política; para a eleição de outubro, o Partido dos Trabalhadores impressiona com a participação da mulher buscando mais espaço para o fortalecimento nas lutas

Colunista

Lula e o Santo Sudário

Mauro Nadvorny

Não importa que não existam provas, não importa que a defesa fosse cerceada, que o julgamento se baseou no testemunho de uma pessoa em contra outras dezenas. Lula já estava condenado muito antes de entrar no plenário porque a crença de seu juiz na sua culpa era de uma fé celestial inabalável, assim como daqueles que ainda acreditam nesta farsa

Colunista

América do sul começa abandonar dólar

César Fonseca

A grande questão sul-americana passa a ser a nova moeda venezuelana, expressão de choque frontal com o dólar americano, cujo lastro real são bombas atômicas, o poder militar bélico espacial de Tio Sam

Colunista

A visita de Mattis e a subserviência do governo Temer

José Reinaldo Carvalho

Dando sequência aos esforços para associar o governo submisso de Michel Temer aos desígnios intervencionistas dos EUA para com a Venezuela, o secretário da Defesa dos EUA, James Mattis, seduziu as autoridades de Brasília referindo-se à "liderança" do gigante do Cruzeiro do Sul, que foi instado a enfrentar o "regime opressor" do presidente Nicolás Maduro

Colunista

A decisão da ONU expõe condenação sem provas ao mundo?

Pedro Maciel

"Caso Lula" ganha visibilidade global e cabe a cada um de nós colocar de lado certezas e retomar a reflexão sobre a investigação, a motivação, a denúncia e o processo que condenou Lula, pois, com todo respeito, a meu juízo a ONU e seus vários órgãos merecem atenção e respeito

Colunista

Lula candidato sim

Marcelo Uchoa

Neste momento em que se discute se o Brasil deve ou não cumprir a determinação do Comitê de Direitos Humanos da ONU, é importante deixar muito bem esclarecido que não cabe à Justiça brasileira, ou a qualquer outro poder que seja neste país, alegar soberania nacional para descumprir tal decisão

Colunista

Áurea, Duda e o crescimento do PSOL em MG

Hélio Rocha

É saudável para a democracia brasileira o crescimento do PSOL, visto que este representa uma alternativa à esquerda que, ainda pouco viciada pelas regras do jogo em que se disputa o poder Executivo, consegue levantar bandeiras que o PT deixou de priorizar

Colunista

A ONU e a Classe Média

Guillermo Gomez

O Brasil voltou à vergonha internacional de uma época em que sua elite se recusava a abolir a escravidão. Um traidor com características vampíricas é o presidente do Brasil, um ex-ator pornô é a voz mais proeminente da direita golpista, e o político, mais popular e decente, está prisioneiro sem crime, e sem provas. Temos a suspeita que isso não é verdade, porque se assemelha mais a um pesadelo da guerra

Colunista

Nova realidade social sob o domínio financeiro

Pedro Augusto Pinho

Ainda não houve a indispensável divulgação da mudança extraordinária que ocorreu no mundo, mas, no que me é importante, no Brasil; que altera, de modo radical a luta social e a conscientização do povo. Não há única matriz, mas diversos eventos que, embora se desenvolvessem independentes, tiveram uma orientação, certa homogeneidade e o mesmo destino para formação do poder. Estes eventos são

Colunista

A nova Crise da Justiça brasileira, a face do Lawfare impositiva diante do Mundo pedindo liberdade de Lula

Walter Santos

Os novos fatos gerados a partir da Comissão de Direitos Humanos da ONU recomendando ao Brasil a garantia de disputa eleitoral do ex-presidente Lula é o Capitulo externo e isento fora do Brasil não previsto pelo Golpe a provar diante dos autos que a Justiça Brasileira e o aparato auxiliar policial agem de caso pensado em impor o tratado de Lawfare – uso da Lei para perseguir- gerando reação no Mundo

Colunista

O xeque-mate de Lula na meganhagem judicial

Miguel do Rosário

Lula criou uma situação de ganha-ganha com o STF e com o Judiciário como um todo. Se cumprir a ordem da ONU, dá vitória absoluta a Lula. Se não cumprir, Lula também ganha, porque ficará ainda mais evidente o caráter político do processo que o levou à prisão

Colunista

Eleições em xeque?

Leonardo Yarochewsky

Se ainda restar um grão de democracia no Brasil, espera-se que a determinação do Comitê de Direitos Humanos da ONU seja respeitada e acatada pelo Estado Brasileiro, sob pena de comprometimento das instituições e das próximas eleições que ficaram sob suspeita perante o povo brasileiro e os órgãos internacionais

Colunista

Mídia prepara sua artilharia contra Haddad

Altamiro Borges

É bom ficar esperto. Confirmada a candidatura, a pancadaria sobre Haddad será cruel, sangrenta. É bom preparar uma boa equipe de advogados para abrir processos e exigir direito de resposta. Fundamental politizar a militância para enfrentar a carnificina da mídia. Qualquer ingenuidade nesse campo pode ser fatal

Colunista

O golpe se internacionalizará ao ignorar decisão da ONU?

Guilherme Coutinho

Ao contrário da mídia antipetista, que chegou a divulgar que a decisão não teria valor algum, especialistas, como o diplomata Paulo Sérgio Pinheiro, afirmaram que a decisão é de cumprimento obrigatório da decisão da ONU a favor de Lula. Resta saber se o Poder Judiciário cumprirá a decisão da ONU ou internacionalizará o golpe ao se recusar a cumprir a decisão

Colunista

Dias históricos

Renê Paulauskas

A apenas dois dias do registro da candidatura do Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à presidência da república, a ONU, se pronuncia em defesa de sua candidatura. Parece que enfim estamos nos desvencilhando dos tentáculos desse golpe. Como em outros casos como de Gandhi e Mandela, também tiveram apoio internacional

Colunista

A enxaqueca dos liliputianos

Ângelo Cavalcante

Recordo do experiente jornalista Mino Carta em metáfora notavelmente precisa ao referir-se ao Reino de Liliputh para a descrição do absurdo institucional do judiciário brasileiro. Liliputh é aquele império de seres minúsculos e que pensam ser grandes. Sem titubear... O judiciário e seus correlatos no pós-golpe é o fantasioso mundo dos liliputianos

Colunista

Ciro, o anti-Temer

Henrique Matthiesen

Ciro Gomes é o candidato anti-Temer. É aquele que tem um projeto para libertar nossa gente da ação ruinosa daqueles que odeiam um Brasil Soberano. Enquanto uns brincam a beira do precipício, Temer elege seu favorito, Alckmin, e seu inimigo, Ciro