Tocantins 247Voltar para CAPA do 247

Pais e alunos protestam pelo fim da greve dos professores

 Divulgação:

Dezenas de pais de alunos fazem uma manifestação, em frente à Prefeitura de Palmas, em apoio aos trabalhadores da educação; os participantes do protesto cobram solução para a greve iniciada no dia 5; cerca de 40 mães e pais e também alguns alunos estiveram na DPE-TO, para resguardar os direitos das crianças e dos adolescentes enquanto os profissionais da educação estiverem em greve

Prefeitura quer que Sintet pague multa de R$ 140 mil

Foto: Ivan Trindade:

A Prefeitura de Palmas protocolou uma petição no TJ-TO cobrando multa de R$ 140 mil do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (Sintet-TO), para que a categoria cumpra a decisão judicial que declarou a greve ilegal; de acordo com o tribunal, se os manifestantes não retornassem ao trabalho, a entidade sofreria penalidades; os trabalhadores da educação anunciaram que vão continuar a paralisação e decidiram iniciar uma greve de fome, por tempo indeterminado

Trabalhadores da Educação continuam de braços cruzados em Palmas

Reprodução/ Facebook Sintet :

Os trabalhadores da rede municipal da educação de Palmas decidira continuaram o movimento paredista, iniciado no dia 5 deste mês; o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sintet) informou que, após tentativa de uma nova reunião com a Prefeitura de Palmas, a entidade protocolou ofício pedindo audiência com o prefeito Carlos Amastha

Amastha abre seminário sobre Eficiência Energética nas Cidades em BH

:

O programa Palmas Solar, da Prefeitura de Palmas, ganhará visibilidade internacional com a participação do prefeito Carlos Amastha na abertura do Seminário Eficiência Energética nas Cidades do Local Governments for Sustainability (Iclei), principal associação mundial de governos locais e subnacionais dedicados ao desenvolvimento sustentável, que acontece em Belo Horizonte (MG); o evento vai reunir governos municipais, estaduais e parceiros da iniciativa privada e da sociedade civil para debater o panorama sobre eficiência energética em cidades brasileiras, boas práticas e modelos de financiamento

Amastha: não haverá negociação com professores grevistas

Júnior Suzuki:

Ao comentar a greve de parte dos professores da rede municipal, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, pediu aos aos grevistas que retornem para sala de aula; de acordo com o chefe do executivo municipal, o movimento não é legal; “A Justiça declarou a greve ilegal três vezes. Ninguém vai negociar absolutamente nada em uma greve que foi declarada ilegal 24 horas depois de ter sido deflagrada”, acrescentou ele, durante coletiva de imprensa

Justiça nega pedido de Cláudio Schüller e vê indícios de lavagem de dinheiro

Lucina Pires    :

O juiz federal João Paulo Abe, do TRF1, negou um pedido de restituição de R$ 55 mil apreendidos pela Justiça feito pelo secretário Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Humano da Prefeitura de Palmas, Cláudio Schüller; o secretário foi alvo de operação da da PF no ano passado, quando foram realizadas buscas e apreensão em sua residência, segundo informações divulgadas na época, ele teria várias armas de fogo sem registro da polícia; ao analisar o pedido, o magistrado confirmou haver indícios de que o produto da apreensão seja oriundo de lavagem de dinheiro

Siqueira nega apoio a interessados no Governo, mas cogita o Senado

Divulgação:

O ex-governador do Tocantins Siqueira Campos negou apoio a grupos e nomes de pré-candidatos interessados em concorrer ao governador do Tocantins na eleição de 2018; "Peço que excluam meu nome quando os assuntos forem especulações infundadas, pois como mostra a história, não sou eu quem faz e desfaz alianças atingindo a honra, xingando adversários, para depois mudar de posição em virtude de novas conjunturas", informa em carta divulgada à imprensa; "Se no momento oportuno estiver em boas condições de saúde, posso colocar meu nome à disposição do povo tocantinense para disputar uma vaga ao Senado"

Kátia quer apuração de irregularidades nas obras do Hospital de Gurupi

Divulgação:

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) pediu à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, e ao presidente do TCU, Raimundo Carreiro, apuração de irregularidades na construção do Hospital Geral de Gurupi; as obras deveriam ter sido concluídas há dois anos, mas, de acordo com a parlamentar, estão paralisadas devido à má gestão da Secretaria de Saúde do Tocantins; por meio de emendas parlamentares, a congressista destinou R$ 41 milhões para a construção do hospital, mas, desse montante, R$ 35,3 milhões ainda estão na conta do convênio firmado entre o governo do Tocantins e a empresa vencedora da licitação, a Construtora Centro Norte LTDA – Coceno

Sintet fala em “desgastar” pré-candidatura de Amastha

Aline Batista: <p>amastha</p>

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet-TO), José Roque, disparou críticas contra o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, e falou em “desgastar” a possível pré-candidatura do chefe do executivo a governador em 2018 “até levar a derrota dele nas urnas”; de acordo com o Sintet, cerca de 1.800 servidores estão paralisados; a Prefeitura fala em 1.000 (35% da categoria); o sindicalista também afirmou que a Justiça do Tocantins é “inerte” e “injusta”; os servidores vão até as “últimas consequências” na mobilização, disse ele

MÍDIA

TV 247 entrevista o deputado Paulo Pimenta

Arte 247:

A TV 247 entrevista, nesta tarde, às 18h30, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), hoje o político brasileiro mais influente nas mídias sociais; entre os temas, a segunda denúncia contra Michel Temer, a candidatura do ex-presidente Lula e as saídas para o golpe de 2016

BRASIL

General Villas Bôas diz que só ele fala em nome do Exército

Marcelo Camargo/Agência Brasil: <p>Brasília - O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Boas, participa de audiência na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional para debater a situação dos projetos estratégicos das Forças Armadas</p>

"O Comandante do Exército é a autoridade responsável por expressar o posicionamento institucional da Força e tem se manifestado publicamente sobre os temas que considera relevantes", disse, em nota, o general Villas Bôas, ao comentar o caso do general Mourão

Revista Brasil 247

Edição #169

Revista do dia

Revista Oásis - Edição #340
Fechar