Aliado de Bolsonaro, Roberto Jefferson chama ministros do STF de “bosta” e “merda”

O motivo foi a redistribuição de uma ação impetrada pelo PTB, partido presidido por Jefferson, para tentar barrar a tentativa de reeleição de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, que saiu das mãos de Celso de Mello e foi para a de Gilmar Mendes, o “merda” e o “bosta”

Roberto Jefferson
Roberto Jefferson (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após ter sua conta no Twitter bloqueada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o aliado de Jair Bolsonaro e chefe do PTB, Roberto Jefferson, abriu um novo perfil na rede social e realizou mais ataques contra o Supremo.

O motivo foi a redistribuição de uma ação impetrada pelo PTB, partido presidido por Jefferson, para tentar barrar a tentativa de reeleição de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, que saiu das mãos de Celso de Mello e foi para a de Gilmar Mendes. Jefferson chamou o primeiro de "merda" e o segundo de "bosta", ao escrever em sua nova conta no Twitter, no sábado:

“Ação declaratória de inconstitucionalidade distribuída por meu partido, contra a imoral reeleição de presidente de poder de Maia e Alcolumbre, foi redistriduída de Celso Mello para Gilmar. ‘Saiu da merda e caiu na bosta’. Diz a voz do povo”, escreveu.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247