André Brandão aceita convite do governo Bolsonaro para ser o presidente do Banco do Brasil

O presidente do HSBC, André Brandão, foi escolhido pelo governo Jair Bolsonaro para ser presidente do Banco do Brasil. Coma escolha, a equipe econômica do ministro Paulo Guedes demonstra preferência pelo setor privado como condutor dos rumos da economia, o que ainda não teve resultado prático

André Brandão
André Brandão (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do banco HSBC, André Brandão, aceitou convite do governo federal para presidir o Banco do Brasil. Ele vai substituir Rubem Novaes, que deixou o cargo na semana passada. 

"Um banqueiro jovem, mas bastante experiente, técnico, discreto e apolítico", explicou o integrante da equipe econômica do governo. O relato foi publicado no portal G1

Brandão ingressou no Grupo HSBC no final de 1999. Em 2001, assumiu o cargo de diretor de tesouraria e depois foi promovido a diretor-executivo de tesouraria. Também já trabalhou também no Citibank, entre São Paulo e Nova York.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247