Associações de procuradores negam acordo com Câmara para votar PEC

Entidades dizem que ainda há pontos fundamentais que precisam ser discutidos

Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)
Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Metrópoles - Entidades ligadas ao Ministério Público divulgaram nesta quinta-feira (14/10) uma nota em que negam ter fechado um acordo com a Câmara a favor da votação do projeto que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e aumenta o número de indicados políticos no colegiado ao reservar mais uma vaga para indicação do Congresso.

Na nota, as entidades afirmaram que ainda há pontos fundamentais que precisam ser discutidos e que, se aprovada, a proposta enfraqueceria a autonomia institucional e as prerrogativas dos integrantes do Ministério Público.

O documento é assinado por entidades como o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União, a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público e a Associação Nacional dos Procuradores da República.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra no Metrópoles.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email