Auxiliares de Barroso dizem que irritação de Bolsonaro vai além do voto impresso

Auxiliares do ministro avaliam que ataques desferidos pelo presidente da República têm mais relação com a CPI da Covid-19

(Foto: STF | Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

Igor Gadelha, Metrópoles - Auxiliares do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, avaliam que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foca seus ataques no ministro não só pelo fato de Barroso atuar contra a aprovação da PEC do voto impresso auditável no Congresso Nacional.

Para eles, a irritação principal de Bolsonaro se deve ao fato de que foi o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) o responsável por mandar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), abrir a CPI da Covid-19, em abril deste ano.

Leia a íntegra no Metrópoles.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email