“Presidente operacional”, Braga Netto demite assessor olavista do governo

O ministro-chefe da Casa Civil, general Braga Netto, demitiu o assessor especial Felipe Cruz Pedri, da “ala ideológica do governo”. Ele havia atacado governadores e prefeitos pelas medidas de isolamento contra a pandemia

Ministro da Casa Civil, general Braga Netto, e ex-assessor especial Felipe Cruz Pedri
Ministro da Casa Civil, general Braga Netto, e ex-assessor especial Felipe Cruz Pedri (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil | Reprodução Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro-chefe da Casa Civil, general Braga Netto, demitiu o assessor especial Felipe Cruz Pedri, conforme publicado na edição desta quarta-feira, 15, do Diário Oficial da União. Pedri era da chamada “a ala ideológica do governo” de Jair Bolsonaro e seguidor do guru bolsonarista, Olavo de Carvalho.

O ex-assessor especial também é um dos autores do manifesto de fundação do novo partido de Bolsonaro, a Aliança pelo Brasil, que defende a luta contra o “globalismo”, repudia o aborto sob todos as suas formas e defende o resgate aos “patriotas do passado, do presente e do futuro, unidos por um vínculo moral e de lealdade à pátria”.

Ele também é simpatizante da política de Bolsonaro contra o isolamento social diante da pandemia do coronavírus e atacou os governadores e prefeitos por adotarem essa medida.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247