Chico Vigilante: 'não vi um negro nos protestos'

Em nota, deputado distrital Chico Valente (PT) diz que golpismo está minguando e ressalta que a “grande maioria dos manifestantes que hoje estão nas ruas são representantes da mesma elite que nunca aceitou as mudanças que estamos fazendo no Brasil – crescimento com distribuição de renda”; “Não vi um negro, não vi uma pessoa com cara de classe média baixa, com cara de trabalhador que sai de casa as 5h da manhã e volta as 18h”, afirmou

Em nota, deputado distrital Chico Valente (PT) diz que golpismo está minguando e ressalta que a “grande maioria dos manifestantes que hoje estão nas ruas são representantes da mesma elite que nunca aceitou as mudanças que estamos fazendo no Brasil – crescimento com distribuição de renda”; “Não vi um negro, não vi uma pessoa com cara de classe média baixa, com cara de trabalhador que sai de casa as 5h da manhã e volta as 18h”, afirmou
Em nota, deputado distrital Chico Valente (PT) diz que golpismo está minguando e ressalta que a “grande maioria dos manifestantes que hoje estão nas ruas são representantes da mesma elite que nunca aceitou as mudanças que estamos fazendo no Brasil – crescimento com distribuição de renda”; “Não vi um negro, não vi uma pessoa com cara de classe média baixa, com cara de trabalhador que sai de casa as 5h da manhã e volta as 18h”, afirmou (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Para o deputado distrital Chico Vigilante (PT), as manifestações deste domingo indicam que o movimento golpista está minguando. Ele destaca queda na adesão e diz que protesto se resume à elite: ‘não vi um negro nas ruas’. Leia a nota sobre o assunto:

DIGA NÃO AO FACISMO

Se um olhar estrangeiro, de quem não vive e não conhece o Brasil, acompanhou pelas tevê as manifestações que aconteceram hoje no país pregando o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, tirou uma conclusão imediata: os participantes são pessoas de classe média, bem nutridas, bem vestidas, cabelos escovados, em sua imensa maioria, branca.

Assisti durante toda a manhã. Não vi um negro, não vi uma pessoa com cara de classe média baixa, com cara de trabalhador que sai de casa as 5h da manhã e volta as 18h.

Também não vi nenhum cartaz dizendo : prisão para todos os políticos envolvidos sejam eles do PSDB, do PMDB, do Democratas... Só vi cartazes contra Dilma, Lula e o PT.

A grande maioria dos manifestantes que hoje estão nas ruas são representantes da mesma elite que nunca aceitou as mudanças que estamos fazendo no Brasil – crescimento com distribuição de renda.

A quantidade de manifestantes, bem menor que nas manifestações do ano passado, prova que quando a Globo não insufla pela participação, o número de pessoas cai. Nem mesmo o programa tucano chamando o povo para as ruas surtiu o efeito esperado. O movimento pelo golpe está minguando.

É uma demonstração de que as pessoas que tem compreensão do significado e da amplitude das ações dos governos petistas nos últimos 13 anos, não estão embarcando nesta onda de golpe e de golpistas que se deram bem durante a ditadura militar, essa elite perversa que sempre dominou o país.

Foram inúmeras as imagens que me surpreenderam, que me indignaram pela demonstração de desconhecimento da Constituição brasileira, da função das instituições e das nuances políticas do momento histórico em que vivemos.

Uma delas, no entanto, me chamou a atenção pela crueldade e pela demonstração de que entre os ignorantes festivos pelo golpe se encontram alguns que realmente trazem na alma o sentimento assassino e fascista que durante décadas dominou os dirigentes deste país. Uma mulher de meia idade, bem vestida e portando joias, carregava um cartaz com os dizeres: por que não mataram todos em 1964 ?

Como político, fundador do PT, e profundo conhecedor das mudanças que se operaram neste país nos últimos anos, defendo o direito de manifestação, mas sou contra este sentimento facista.

Sou contra o cinismo e a hipocrisia daqueles que jogam apenas sobre o PT a culpa pela corrupção que sempre existiu no país, liderada pela nata desta mesma elite que hoje prega um golpe contra uma presidente eleita democraticamente.

Não serão vitoriosos. A luta continua.

Chico Vigilante
Deputado Distrital pelo PT

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email