Cotado para assumir chefia da PF recebeu dinheiro da campanha de Temer

Na agulha para ser indicado para assumir a Diretoria Executiva (Direx) da Polícia Federal, considerado o segundo posto mais importante na hierarquia da instituição, Sandro Avelar recebeu dinheiro da campanha de Michel Temer quando disputou um mandato de deputado federal nas eleições de 2014; de acordo com informações do TSE, Avelar recebeu R$ 11,6 mil do comitê de Michel Temer em 2014. Ele também recebeu outros R$ 236 mil por meio do PMDB

Na agulha para ser indicado para assumir a Diretoria Executiva (Direx) da Polícia Federal, considerado o segundo posto mais importante na hierarquia da instituição, Sandro Avelar recebeu dinheiro da campanha de Michel Temer quando disputou um mandato de deputado federal nas eleições de 2014; de acordo com informações do TSE, Avelar recebeu R$ 11,6 mil do comitê de Michel Temer em 2014. Ele também recebeu outros R$ 236 mil por meio do PMDB
Na agulha para ser indicado para assumir a Diretoria Executiva (Direx) da Polícia Federal, considerado o segundo posto mais importante na hierarquia da instituição, Sandro Avelar recebeu dinheiro da campanha de Michel Temer quando disputou um mandato de deputado federal nas eleições de 2014; de acordo com informações do TSE, Avelar recebeu R$ 11,6 mil do comitê de Michel Temer em 2014. Ele também recebeu outros R$ 236 mil por meio do PMDB (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - Na agulha para ser indicado para assumir a Diretoria Executiva (Direx) da Polícia Federal, considerado o segundo posto mais importante na hierarquia da instituição, Sandro Avelar recebeu dinheiro da campanha de Michel Temer quando disputou um mandato de deputado federal nas eleições de 2014.

Avelar, que é ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, tem sido indicado pelo novo diretor-geral da PF, Fernando Segóvia, para assumir o lugar de Rogério Galloro. Segóvia , que substituiu Leandro Daiello no comando da PF, foi indicado pelo ministro Eliseu Padilha e pelo ex-presidente José Sarney. Tanto Sarney quanto Padilha são investigados pela Lava Jato.

De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Avelar recebeu R$ 11,6 mil do comitê de Michel Temer em 2014. Ele também recebeu outros R$ 236 mil por meio do PMDB. Ao todo, Avelar teria arrecado R$ R$ 460 mil durante a campanha.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247