Delcídio afirma que é 'profeta do caos'

Após a divulgação do conteúdo de sua colaboração premiada na Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) se comparou ao vilão Coringa, em "Batman, o Cavaleiro das Trevas"; "Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos", disse; ele ainda ironizou Aloizio Mercadante, ministro da Educação, que acusa de tentar evitar sua delação oferecendo apoio financeiro e lobby junto ao STF; "Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso", rebateu

Após a divulgação do conteúdo de sua colaboração premiada na Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) se comparou ao vilão Coringa, em "Batman, o Cavaleiro das Trevas"; "Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos", disse; ele ainda ironizou Aloizio Mercadante, ministro da Educação, que acusa de tentar evitar sua delação oferecendo apoio financeiro e lobby junto ao STF; "Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso", rebateu
Após a divulgação do conteúdo de sua colaboração premiada na Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) se comparou ao vilão Coringa, em "Batman, o Cavaleiro das Trevas"; "Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos", disse; ele ainda ironizou Aloizio Mercadante, ministro da Educação, que acusa de tentar evitar sua delação oferecendo apoio financeiro e lobby junto ao STF; "Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso", rebateu (Foto: Roberta Namour)

247 - Após a divulgação do conteúdo de sua colaboração premiada na Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) se comparou ao vilão Coringa, em "Batman, o Cavaleiro das Trevas".

"Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos", disse ele, em entrevista à colunista Natuza Nery.

O senador ironizou ainda Aloizio Mercadante, ministro da Educação, que acusa de tentar evitar sua delação oferecendo apoio financeiro e lobby junto ao STF (Supremo Tribunal Federal). Mercadante alega ter agido por "solidariedade".

"Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso", rebateu (leia aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247