Delcidio: se eu tivesse pedido dinheiro, ainda seria senador

Diante do resultado favorável a Aécio Neves na votação de ontem no Senado, quando a casa votou para lhe devolver o mandato, o ex-senador Delcídio do Amaral foi irônico: “Se eu tivesse sido flagrado pedindo dinheiro, talvez ainda fizesse parte do Senado. O tempo de Deus haverá de fazer justiça!”; Delcídio foi preso por ordem do STF em 2015 e teve o encarceramento chancelado pelo plenário

Senador Delcídio do Amaral (PT-MS) elogia as medidas de economia anunciadas pelo governo federal
Senador Delcídio do Amaral (PT-MS) elogia as medidas de economia anunciadas pelo governo federal (Foto: Giuliana Miranda)

Brasília 247 - O ex-senador Delcídio do Amaral, que foi preso por ordem do STF em 2015 e teve o encarceramento chancelado pelo plenário, protestou. “Se eu tivesse sido flagrado pedindo dinheiro, talvez ainda fizesse parte do Senado. O tempo de Deus haverá de fazer justiça!”

Delcídio foi acusado de obstruir as investigações. Ele avalia que “o desfecho do caso Aécio vai salvar a todos os partidos” e mostra a reação da política. “Vai sobrar para o PT. Mais especificamente para o Lula.”

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247