Deputado saúda decisão do STJ contra Arruda

Superior Tribunal de Justiça (STJ) maneteve, por 3 votos a 1, a condenação por improbidade administrativa contra o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR); segundo o deputado do PT, Chico Vigilante, era isso que as manifestações de junho esperavam: “que a lei da Ficha Limpa não fosse apenas um documento legal, mas sim que contribuísse, na prática, para que a política no Brasil passasse a ser feita por homens honestos”

Superior Tribunal de Justiça (STJ) maneteve, por 3 votos a 1, a condenação por improbidade administrativa contra o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR); segundo o deputado do PT, Chico Vigilante, era isso que as manifestações de junho esperavam: “que a lei da Ficha Limpa não fosse apenas um documento legal, mas sim que contribuísse, na prática, para que a política no Brasil passasse a ser feita por homens honestos”
Superior Tribunal de Justiça (STJ) maneteve, por 3 votos a 1, a condenação por improbidade administrativa contra o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR); segundo o deputado do PT, Chico Vigilante, era isso que as manifestações de junho esperavam: “que a lei da Ficha Limpa não fosse apenas um documento legal, mas sim que contribuísse, na prática, para que a política no Brasil passasse a ser feita por homens honestos” (Foto: Roberta Namour)

247 - O deputado Chico Vigilante (PT) saudou a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de manter nesta terça-feira (9), por 3 votos a 1, a condenação por improbidade administrativa contra o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR).

Arruda é réu em processo referente à operação Caixa de Pandora, que investigou o suposto esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM.

“Quando milhares de brasileiros e brasileiras lotaram as ruas das grandes cidades deste país exigindo o fim da corrupção era isso o que esperavam: que a lei da Ficha Limpa não fosse apenas um documento legal, mas sim que contribuísse, na prática, para que a política no Brasil passasse a ser feita por homens honestos, e não com o nome nas páginas de processos criminais”, disse.

Com a decisão, Arruda esta impedido de disputar o governo do DF em 2014.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247