DF é a sétima economia do Brasil

Produto Interno Bruto (PIB) local, divulgado nesta quarta-feira (23) pela Codeplan, de R$ 131,5 bilhes

Siga o Brasil 247 no Google News

Agência Brasília _ O Distrito Federal saltou da oitava para a sétima economia do Brasil, com Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 131,5 bilhões em 2009. O resultado foi divulgado na manhã desta quarta-feira pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). O montante é 4% maior do que o registrado no ano anterior e coloca o DF na quinta posição no ranking das economias com melhor taxa de crescimento no Brasil.

 

“A economia do DF teve desempenho bem melhor que o Brasil, porque é baseada em serviços, que sofreu menor impacto na crise de 2009”, explica a coordenadora de contas regionais da Codeplan, Sandra Regina Andrade. O setor de serviços cresceu 3,9% em 2009, acima da média nacional (2,1%). A expectativa é que o DF mantenha o resultado na divulgação do PIB em 2012 (relativo a 2010).

 

PUBLICIDADE

Na pesquisa de 2008, a sétima posição era ocupada pelo estado de Santa Catarina, cuja base econômica é a indústria. Com a crise de 2009 – desencadeada pelo aquecimento do setor imobiliário nos Estados Unidos – o setor sofreu desaceleração em todo o país, o que impactou negativamente no crescimento do PIB nacional e dos estados.

 

Outro ponto a favor do Distrito Federal é que o consumo das famílias e da administração pública manteve-se estável e, assim, garantiu a expansão da economia local. Além disso, o PIB per capita, ou seja, distribuição de renda por habitante, foi a maior do país, com R$ 50.438, correspondente a quase o triplo da média nacional, de R$ 16.918 em 2009.

PUBLICIDADE

 

Indústria e Copa de 2014 – Mesmo com a desaceleração em todo o país, a indústria passou de 6,3%, em 2008, para 6,6% em 2009. O resultado é atribuído ao setor de construção civil. Nas próximas divulgações do PIB-DF, deverá ser possível avaliar o impacto das grandes obras que preparam Brasília para ser sede de diversos megaeventos esportivos, como a Copa das Confederações de 2013, a Copa do Mundo de 2014, a Copa América de 2015 e os Jogos Olímpicos de 2016, entre outros. “Talvez possamos ver esse impacto, pois são grandes obras e podem incrementar o crescimento do setor da construção civil”, avalia Sandra.

 

PUBLICIDADE

Metodologia – O cálculo do PIB, principal indicador de análise de desempenho da economia, é feito pela Codeplan em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e os órgãos estaduais de estatística. É a síntese da renda gerada em uma região em um período estabelecido. A pesquisa é anual, divulgada em novembro, sempre com dois anos de defasagem, porque o resultado tem que ser definido de acordo com os demais e não deve ser corrigido.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email