Eduardo Bolsonaro queima Mourão e diz que "príncipe" não foi vice por dossiê sobre agressões a mendigos

Em postagem nas redes sociais, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou que o general Mourão não era a primeira escolha do pai para vice e disse que o "príncipe" Luiz Bragança perdeu a vaga não por uma "suruba gay", mas por um dossiê em que era acusado de agredir mendigos

'Quem era Marielle?', pergunta Eduardo Bolsonaro
'Quem era Marielle?', pergunta Eduardo Bolsonaro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Difícil entender a motivação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) numa postagem em que tenta esclarecer os bastidores da escolha do vice do pai. Isso porque, nos seus tweets, ele conseguiu rifar o atual vice Hamilton Mourão e também lançar a suspeita de que o "príncipe" Luiz Bragança seria um agressor de mendigos. Confira:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247