Em busca de recursos, Rollemberg faz reunião com fundo internacional

Governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se com o presidente do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata, Juan Notaro, e com a gerente de Operações e Países da organização, Denise Obara; objetivo é analisar a viabilidade de desenvolver projetos para contribuir com o desenvolvimento local e a diminuição da desigualdade social; "Vamos analisar as possibilidades de financiamento na nossa carteira de projetos. Todas as oportunidades de novos investimentos são importantes nesse momento de crise no País", disse Rollemberg.

Governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se com o presidente do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata, Juan Notaro, e com a gerente de Operações e Países da organização, Denise Obara; objetivo é analisar a viabilidade de desenvolver projetos para contribuir com o desenvolvimento local e a diminuição da desigualdade social; "Vamos analisar as possibilidades de financiamento na nossa carteira de projetos. Todas as oportunidades de novos investimentos são importantes nesse momento de crise no País", disse Rollemberg.
Governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se com o presidente do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata, Juan Notaro, e com a gerente de Operações e Países da organização, Denise Obara; objetivo é analisar a viabilidade de desenvolver projetos para contribuir com o desenvolvimento local e a diminuição da desigualdade social; "Vamos analisar as possibilidades de financiamento na nossa carteira de projetos. Todas as oportunidades de novos investimentos são importantes nesse momento de crise no País", disse Rollemberg. (Foto: Paulo Emílio)

Agência Brasília - O governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se na manhã desta sexta-feira (27) com o presidente do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata, Juan Notaro, e com a gerente de Operações e Países da organização, Denise Obara. Ele foi apresentado a possibilidades de cooperação com a instituição formada por cinco países: Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai.

O objetivo é analisar a viabilidade de desenvolver projetos para contribuir com o desenvolvimento local e a diminuição da desigualdade social. O fundo tem sede em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia). "Vamos analisar as possibilidades de financiamento na nossa carteira de projetos. Todas as oportunidades de novos investimentos são importantes nesse momento de crise no País", disse Rollemberg.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247