Em pronunciamento nesta segunda, Cunha pode renunciar

Pressionado pela Lava Jato e pela votação no plenário de sua cassação, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara um pronunciamento à imprensa para esta segunda-feira (20), sem confirmação de horário; a reaparição pública do peemedebista aumenta os rumores sobre uma eventual renúncia dele ao comando da Casa, segundo o Congresso em Foco

Pressionado pela Lava Jato e pela votação no plenário de sua cassação, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara um pronunciamento à imprensa para esta segunda-feira (20), sem confirmação de horário; a reaparição pública do peemedebista aumenta os rumores sobre uma eventual renúncia dele ao comando da Casa, segundo o Congresso em Foco
Pressionado pela Lava Jato e pela votação no plenário de sua cassação, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara um pronunciamento à imprensa para esta segunda-feira (20), sem confirmação de horário; a reaparição pública do peemedebista aumenta os rumores sobre uma eventual renúncia dele ao comando da Casa, segundo o Congresso em Foco (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Pressionado pela Lava Jato e pela votação no plenário de sua cassação, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara um pronunciamento à imprensa para esta segunda-feira (20). Reaparição pública do peemedebista aumenta os rumores sobre uma eventual renúncia dele ao comando da Casa, segundo o Congresso em Foco.

Nos bastidores, parlamentares já se movimentam para concorrer ao comando da Câmara e a perda de apoio ao peemedebista é notória.

No Conselho de Ética, a deputada Tia Eron (PRB-BA), surpreendeu ao posicionar-se a favor do parecer do relator, Marcos Rogério (DEM-RO), pela perda do mandato de Cunha. Outro antigo aliado que mudou de lado de última hora foi Wladimir Costa (SD-PA), que votou pela cassação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email