Esteves e Hamylton Padilha podem virar alvo da CPI

Oposição quer saber por que ofereceram operação da Petrobras na Africa de US$ 1,5 bilhão ao dono do banco BTG, André Esteves, e quanto o empresário conhecido por Hamyltinho faturou

Oposição quer saber por que ofereceram operação da Petrobras na Africa de US$ 1,5 bilhão ao dono do banco BTG, André Esteves, e quanto o empresário conhecido por Hamyltinho faturou
Oposição quer saber por que ofereceram operação da Petrobras na Africa de US$ 1,5 bilhão ao dono do banco BTG, André Esteves, e quanto o empresário conhecido por Hamyltinho faturou (Foto: Roberta Namour)

247 – Dois novos personagens devem movimentar a CPI mista da Petrobras. Segundo o colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder, oposição quer esclarecer negócios com André Esteves, dono do banco BTG, e o empresário Hamylton Padilha. Leia: 

ESTEVES E HAMYLTINHO VIRAM PERSONAGENS DA CPI

Além de André Esteves, amigo de figurões do PT e dono do banco BTG, deve virar personagem da CPI Mista da Petrobras o empresário Hamylton Padilha, vulgo “Hamyltinho”, uma das pessoas mais influentes e poderosas nos negócios da estatal. Como “investidor”, ele disponibilizou a Esteves um “negócio da China”, na África: US$ 1,5 bilhão por poços de petróleo da Petrobras avaliados em US$ 7 bilhões.

INDAGAÇÕES

A oposição quer saber por que ofereceram a operação africana a André Esteves, amigo Lula, a preço de banana. E quanto Hamyltinho faturou.

COMPENSAÇÃO

Esteves e Hamyltinho entraram na lista que personagens a serem expostos na CPMI, para compensar a blindagem das empreiteiras.

PELO RALO

A Petrobras produzia e explora petróleo em Angola, Benin, Gabão, Líbia, Namíbia, Nigéria e Tanzânia, onde investiu US$ 4 bilhões.

PROFUNDEZAS

Hamylton Padilha é velho conhecido do setor. Passou por suas mãos o negócio da Petrobras com plataforma P-36, que afundou em 2001.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247