Ex-moralista, Joice agora entra com ação para barrar CPI da Lava Jato

Líder do governo Bolsoanro e eleita sob a bandeira do combate à corrupção, a deputada Joice Hasselman promete ir ao STF para tentar barrar a instalação da CPI que vai investigar as ilegalidades de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol na Lava Jato. Segundo Joice, deputados assinaram 'enganados' o requerimento da CPI

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada Joice Hasselman (PSL-SP), líder do governo na Câmara, anunciou neta quarta-feira, 18, que entrará com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para impedir a instalação da CPI da Lava Jato, que irá investigar as ilegalidades cometidas por Sérgio Moro e pelos procuradores do Ministéri Público.

Segundo Joice, muitos deputados foram enganados para assinar o documento, alguns, exemplifica ela, assinaram acreditando se tratar da Reforma Tributária.

A líder da minoria, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), rebateu às críticas e ironizou as palavras de Joice, afirmando ser “vergonhoso paramentares assinarem um requerimento de abertura de uma CPI, sem nem ao menos ler o conteúdo”.

Assista ao vídeo:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email