Exigência de Bolsonaro sobre parada militar no 7 de setembro preocupa o centrão

Aliados entendem que uma parada militar tradicional com um ato político aumenta a possibilidade de tumultos e o risco de ataques contra Jair Bolsonaro

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro acompanha desfile de tanques em Brasília
Jair Bolsonaro acompanha desfile de tanques em Brasília (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


247 - Lideranças do Centrão e o núcleo político da campanha de Jair Bolsonaro (PL) estão preocupados com a exigência dele de que, no feriado de Sete de Setembro, seja feita uma parada militar na praia de Copacabana, Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro (RJ). De acordo com informações publicadas nesta quarta-feira (3) pela coluna de Malu Gaspar, aliados entendem que uma parada militar tradicional com um ato político aumenta a possibilidade de tumultos e o risco de ataques contra Bolsonaro.

Na avaliação do centrão, o ocupante do Planalto pode passar por um constrangimento porque o ato no Rio pode ser menor em comparação com os do ano passado.

Bolsonaro critica o sistema eleitoral e defende que as Forças Armadas apurem o resultado das eleições. A oposição ao governo no Congresso Nacional denuncia tentativa de golpe. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Universidade de São Paulo (USP) organizou um documento, que tem mais de 700 mil assinaturas contra as ameaças de Bolsonaro ao processo eleitoral brasileiro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Movimentos sociais, movimento estudantil e centrais sindicais farão no próximo dia 11 protestos que fazem parte da campanha "Fora Bolsonaro"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email