Frente Parlamentar “Diretas Já!” será lançada no Congresso

Na próxima quarta-feira, às 16h, será lançada a Frente Parlamentar Suprapartidária por Eleições Diretas Já, no Salão Nobre da Câmara; formada por cinco partidos, incluindo PT,PSB, PSOL, PDT e PCdoB, a Frente pretende unir parlamentares de todos os campos políticos; “O Brasil precisa resgatar a democracia e eleger um governo legítimo que preserve a soberania nacional, não corte direitos da população e implemente um programa econômico que gere empregos e renda”, afirma o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP)

Na próxima quarta-feira, às 16h, será lançada a Frente Parlamentar Suprapartidária por Eleições Diretas Já, no Salão Nobre da Câmara; formada por cinco partidos, incluindo PT,PSB, PSOL, PDT e PCdoB, a Frente pretende unir parlamentares de todos os campos políticos; “O Brasil precisa resgatar a democracia e eleger um governo legítimo que preserve a soberania nacional, não corte direitos da população e implemente um programa econômico que gere empregos e renda”, afirma o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP)
Na próxima quarta-feira, às 16h, será lançada a Frente Parlamentar Suprapartidária por Eleições Diretas Já, no Salão Nobre da Câmara; formada por cinco partidos, incluindo PT,PSB, PSOL, PDT e PCdoB, a Frente pretende unir parlamentares de todos os campos políticos; “O Brasil precisa resgatar a democracia e eleger um governo legítimo que preserve a soberania nacional, não corte direitos da população e implemente um programa econômico que gere empregos e renda”, afirma o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP) (Foto: José Barbacena)

Brasília 247 - Na próxima quarta-feira (7), às 16h, será lançada a Frente Parlamentar Suprapartidária por Eleições Diretas Já, no Salão Nobre da Câmara. Formada por cinco partidos, incluindo PT,PSB, PSOL, PDT e PCdoB, a Frente pretende unir parlamentares de todos os campos políticos.  

Segundo pesquisa do Instituto Paraná,  90,6% dos brasileiros querem uma nova eleição para presidente do Brasil. Segundo o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), o ilegítimo Michel Temer já não tem condições de governar e deve renunciar imediatamente.

“O Brasil precisa resgatar a democracia e eleger um governo legítimo que preserve a soberania nacional, não corte direitos da população e implemente um programa econômico que gere empregos e renda”, diz Zarattini. “O voto do povo é o único caminho para a reconciliação dos brasileiros e para enfrentar a crise com a democracia”, afirma o articulador da Frente, senador João Capiberibe (PSB/AP).

O objetivo central é somar-se ao protagonismo de artistas, intelectuais e sociedade civil organizada pelas Diretas Já. Além disso, fortalecer a pressão sobre o Congresso para aprovar a Proposta de Emenda 227/16, que visa alterar a Constituição para garantir que eleições diretas sejam convocadas em caso de vacância do cargo de presidente da República até seis meses antes do fim do mandato.
No Senado, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, por unanimidade, no último dia 31 de maio, uma proposta semelhante, que também garante a convocação de eleições diretas em caso de vacância.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247