GDF regulariza bolsas universitárias

Mais da metade dos alunos que integram o programa Bolsa Universitária tiveram a situação regularizada, pois a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal quitou a dívida de R$ 6,5 milhões com a instituição de ensino que detém o maior número de bolsistas

Mais da metade dos alunos que integram o programa Bolsa Universitária tiveram a situação regularizada, pois a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal quitou a dívida de R$ 6,5 milhões com a instituição de ensino que detém o maior número de bolsistas
Mais da metade dos alunos que integram o programa Bolsa Universitária tiveram a situação regularizada, pois a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal quitou a dívida de R$ 6,5 milhões com a instituição de ensino que detém o maior número de bolsistas (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (24/8/13) - Mais da metade dos alunos que integram o programa Bolsa Universitária tiveram a situação regularizada, pois a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) quitou a dívida de R$ 6,5 milhões com a instituição de ensino que detém o maior número de bolsistas.

“A mesma medida será adotada para todas as instituições de ensino que estiverem com a situação fiscal em ordem, assim que todo o processo administrativo for adequado”, comunicou hoje o presidente da FAPDF, Alexandre Gouveia.

Atualmente 212 estudantes integram o Bolsa Universitária e para solucionar o passivo, que chega a R$ 12 milhões, as instituições devem ter a situação fiscal em dia e um convênio de prestação de serviço ativo.

“A FAPDF formalizou o processo e consultou a Procuradoria Geral do DF para encontrar a maneira legal de efetuar o pagamento às instituições que não possuem cobertura contratual”, esclareceu a procuradora jurídica da Fundação, Jane Paixão.

Fruto dessa articulação, o GDF publicará, em até duas semanas, decreto que autoriza a fundação indenizar as empresas que têm este documento. O repasse corresponde ao passivo acumulado de 2010 a 2013.

BOLSA DE ESTUDOS – A Fundação de Apoio à Pesquisa lançará, em outubro, o programa “Jovem Universitário” que dará bolsas integrais de estudo na rede privada de ensino superior.

O critério de seleção do novo programa levará em consideração a classificação do aluno no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e da instituição de ensino no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

“Queremos atender o maior número possível de beneficiados, pois, além de oferecer ao aluno o ensino em uma instituição de qualidade, esse programa dará a ele a oportunidade de desenvolver-se como um futuro cientista”, disse Gouveia.

Para participar do Jovem Universitário, o estudante deverá dedicar algumas horas do dia em atividades de iniciação científica.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email