Governador do DF diz que secretário cotado para dirigir Polícia Federal tem ‘conversado’ com Bolsonaro

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), admitiu que seu secretário de Segurança Pública, Anderson Gustavo Torres, tem chances reais de substituir o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, e que seu auxiliar e o presidente têm conversado (sem fazer qualquer menção a Moro, ministro da Justiça).

247 - O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), admitiu que seu secretário de Segurança Pública, Anderson Gustavo Torres, tem chances reais de substituir o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, e que seu auxiliar e o presidente têm conversado (sem fazer qualquer menção a Moro, ministro da Justiça). 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca a fala do governador: "eu fico feliz que ele [Torres] esteja cotado. Ele tem conversas sempre, ele tem contatos com o presidente sempre”, disse o governador a Julia Chaib. “Acho que ele (Bolsonaro) se aconselha. Eles são próximos e não é de hoje. Quando eu o chamei [Torres], um dos motivos foi esse.”

Segundo a matéria, "Ibaneis deixou claro que não irá se opor a uma eventual migração do secretário para a cúpula da Polícia Federal. Para o governador, isso seria a prova de que ele fez uma boa escolha para o cargo."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247