Ida de Moro à Câmara nesta terça às 14h mobiliza oposição, que antecipa volta a Brasília

O PT pediu que seus integrantes voltassem mais cedo a Brasília para traçar estratégia. Tentará dar a Sergio Moro tratamento mais duro do que o recebido no Senado

(Foto: Pedro França/Agência Senado)

247 - Sérgio Moro é esperado nesta terça-feira (02), a partir das 14h, para ser ouvido na Câmara dos Deputados pelas comissões de Constituição e Justiça; de Trabalho; de Direitos Humanos; e de Fiscalização Financeira e Controle. A pauta é o escândalo da Vaza Jato e toda sucessão de ilegalidades que foram cometidas na operação, especialmente no processo contra Lula.

A Coluna Painel de Daniela Lima na Folha de S.Paulo informa que a aguardada oitiva do ministro da Justiça, nesta terça (2), na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, mobilizou a oposição.

O PT pediu que seus integrantes voltassem mais cedo a Brasília para traçar estratégia. Tentará dar a Sergio Moro tratamento mais duro do que o recebido no Senado.

Pessoas próximas ao ministro contam com um ambiente mais agitado na Câmara, mas veem Moro tranquilo e fortalecido pelos atos de apoio no domingo, completa a Folha.

"O ex-juiz da Lava Jato terá entre 20 e 30 minutos para fazer suas considerações iniciais. Em seguida, os deputados inscritos podem fazer perguntas ao ministro. A CCJ ainda não definiu o tempo para as perguntas, mas deve girar em torno de três minutos para cada parlamentar – líderes têm um tempo maior, também não definido ainda.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247