Janot pede licença da advocacia após abertura de investigações pela OAB

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot apresentou nesta quarta-feira, 9, pedido de licença da advocacia à OAB-DF. Duas representações pedem a suspensão das atividades de advogado de Janot, após ele dizer que foi armado ao STF para assassinar o ministro Gilmar Mendes

Rodrigo Janot
Rodrigo Janot (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot apresentou nesta quarta-feira, 9, pedido de licença da advocacia à Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF). 

Segundo a OAB-DF, "o Tribunal de Ética e Disciplina decidirá se o licenciamento influenciará nos pedidos de afastamento provisório e nos processos éticos instaurados na última quinta-feira".

Duas representações, protocoladas pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) e pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), pedem a suspensão do registro de advogado de Janot.

Os pedidos foram protocolados após o ex-procurador-geral afirmar chegou a ir armado ao Supremo Tribunal Federal (STF) com o objetivo de matar o ministro Gilmar Mendes.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247