Joice Hasselman diz que é preciso 'plano B' se decreto de armas cair

"Se nós não conseguirmos resolver via decreto, o governo vai ter que atuar num plano B", diz a líder do governo no Congresso sobre a matéria que pode ser barrada pelo plenário do Senado nesta terça

joice hasselmann líder governo armas senado
joice hasselmann líder governo armas senado (Foto: Luis Macedo/Agência Câmara)

247 - Líder do governo no Congresso, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) já cogita um 'plano B' caso o plenário do Senado barre, em votação nesta terça-feira 18, derrube o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que afrouxa a legislação sobre o acesso às armas.

"Tem um grupo de senadores que está muito engajado em manter o decreto do presidente e outro grupo que está engajado em derrubar o decreto do presidente. E tem um grupo da coluna do meio que acha que apenas um pedaço do decreto poderia ser retirado", disse.

"Quer dizer, buscar alternativa, retirar um ponto ou outro, mas manter a espinha dorsal deste decreto das armas. Acho que com uma boa conversa a gente pode resolver. Se nós não conseguirmos resolver via decreto, o governo vai ter que atuar num plano B", completou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247