Maia defende renegociação com Estados e revisão do pré-sal

Alinhado com o presidente interino, Michel Temer, novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) prega pacificação na Casa e quer garantir aprovação da agenda econômica e minimizar os efeitos da crise: “Você tem a possibilidade de votar a renegociação da dívida dos Estados e novas regrar para o pré-sal. São assuntos importantes para o país e importantes para os Estados. Da sinalização significativa para a sociedade”; ele também volta a dizer que Eduardo Cunha deve ser cassado 

Alinhado com o presidente interino, Michel Temer, novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) prega pacificação na Casa e quer garantir aprovação da agenda econômica e minimizar os efeitos da crise: “Você tem a possibilidade de votar a renegociação da dívida dos Estados e novas regrar para o pré-sal. São assuntos importantes para o país e importantes para os Estados. Da sinalização significativa para a sociedade”; ele também volta a dizer que Eduardo Cunha deve ser cassado 
Alinhado com o presidente interino, Michel Temer, novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) prega pacificação na Casa e quer garantir aprovação da agenda econômica e minimizar os efeitos da crise: “Você tem a possibilidade de votar a renegociação da dívida dos Estados e novas regrar para o pré-sal. São assuntos importantes para o país e importantes para os Estados. Da sinalização significativa para a sociedade”; ele também volta a dizer que Eduardo Cunha deve ser cassado  (Foto: Roberta Namour)

247 - Alinhado com o presidente interino, Michel Temer, novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) prega pacificação na Casa e quer garantir aprovação da agenda econômica e minimizar os efeitos da crise: “Você tem a possibilidade de votar a renegociação da dívida dos Estados e novas regrar para o pré-sal. São assuntos importantes para o país e importantes para os Estados. Da sinalização significativa para a sociedade”, disse à coluna do "Estado".

Ele também volta a dizer que Eduardo Cunha deve ser cassado: "a situação dele é muito ruim. O resultado da Comissão de Constituição e Justiça sinaliza que ele deverá ser cassado".

Sobre a disputa de 2018, afirma que "tem um voto conservador para ser conquistado". "Acho que nos últimos anos faltou um candidato com esse perfil. O caminho está aberto para o DEM. É só nosso partido ter competência para isso".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247