Maia diz que parecer da Câmara contra reeleição “não é bom”

"O parecer não é bom", opinou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre o parecer da assessoria jurídica da Casa que sustenta ser legalmente impossível a um deputado na sua situação recandidatar-se à presidência da Câmara; para Maia, "o parecer do Luís Roberto Barroso é melhor"; o texto do ministro do STF considera possível a recondução ao cargo nos casos em que o parlamentar substitui um presidente anterior

Rodrigo Maia
Rodrigo Maia (Foto: Gisele Federicce)

247 - Dando como certa sua candidatura à reeleição a presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que "não é bom" o parecer técnico da assessoria jurídica da Casa que sustenta ser legalmente impossível a um deputado na sua situação recandidatar-se ao cargo.

"O parecer não é bom", opinou, em declaração ao Blog do Josias, do portal UOL. "O parecer do Luís Roberto Barroso é melhor", acrescentou, em referência ao texto do ministro do STF que considera possível a recondução ao cargo nos casos em que o parlamentar substitui um presidente anterior, que renunciou no meio do mandato, como foi o caso de Maia, que assumiu o lugar de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), após cassado.

"Eu considero mais consistente, do ponto de vista jurídico, o parecer do ministro Barroso. Acho ele mais bem fundamentado do que o parecer da área jurídica da Câmara, encomendado pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha", avaliou ainda Rodrigo Maia, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247