Moro deve sofrer nova derrota na Câmara hoje

O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados que analisa o pacote anticrime deve impor uma nova derrota o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Membros do grupo se articulam para retirar o chamado "excludente de ilicitude", que isenta policiais de punição quando cometem homicídios durante suas atividades

(Foto: Ag. Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados que analisa o pacote anticrime deve impor uma nova derrota o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, nesta quarta-feira (14).

De acordo com o Blog de Andréia Sadi, membros do grupo se articulam para retirar o chamado "excludente de ilicitude", que isenta policiais de punição quando comete homicídios durante suas atividades, e o "banco genético".

Na semana passada, o grupo retirou o chamado "plea bargain" (acordo para redução de pena) do pacote. Em julho, o grupo retirou do projeto a previsão de prisão após condenação em segunda instância.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247