Motorista é multada por “uso prolongado de buzina” durante carreata pelo "Fora Bolsonaro"

A notificação foi feita pela Polícia Militar do DF durante ato pró-impeachment de Bolsonaro e pela vacina contra Covid-19, na Esplanada

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Metrópoles  - A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) multou uma motorista brasiliense pelo “uso de buzina prolongado” durante manifestação pela vacina contra a Covid-19 e pelo impeachment do governo Jair Bolsonaro (sem partido). Em 17 de janeiro, a brasiliense Claudia Teixeira participou de uma carreata que reuniu 100 pessoas na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

“Vejo a medida como uma tentativa de silenciamento e perseguição ideológica por eu ter participado de manifestação contra os desmandos políticos que vivemos”, disse Kakau, como é chamada, em entrevista ao Metrópoles.

O ato “Impeachment na Rua” foi organizado por um movimento suprapartidário e consistiu numa performance artística, em que uma pessoa vestida de “morte”, carregando uma foice nas mãos, ia “matando” outros participantes do protesto.

De acordo com a jornalista, o grupo não bloqueou o trânsito, não impediu a circulação de nenhum trabalhador nem bloqueou pedestres. “Quem celebra a Copa do Mundo, o Carnaval ou qualquer outra manifestação festiva, que também reúna pessoas em seus carros usando buzina, recebe o mesmo tratamento, com o mesmo rigor?”, questionou.

Em nota, a PM informou que “procura aumentar a tolerância quanto ao uso da buzina de forma desnecessária, justamente por se tratar de um momento em que as pessoas a utilizam para se expressar, assim como em saídas de jogos de futebol, por exemplo”.

“No dia 17, durante a manifestação, houve dificuldade para reduzir a via S1 das seis faixas para duas, em função do redirecionamento do fluxo para a AV. Sarney”, diz o comunicado. Ainda de acordo com o texto, os condutores (manifestantes e não manifestantes) presentes utilizaram-se da buzina para tentar acessar a Praça dos Três Poderes com seus veículos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email