Oposição formaliza pedido de convocação de Carlos Bolsonaro na CPI das Fake News

O pedido de convocação do filho de Jair Bolsonaro, apontado como líder da milícia digital do bolsonarismo, foi formalizado na CPI das Fake News pelo líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

247 - O vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) poderá ser convocado a prestar depoimento na CPI das Fake News. 

O pedido de convocação do filho de Jair Bolsonaro, apontado como líder da milícia digital do bolsonarismo, foi formalizado pelo líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).  

"O vereador da cidade do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, filho do Presidente Jair Bolsonaro, foi o responsável pela estratégia e operacionalização da campanha de seu pai nas redes sociais em 2018. O próprio Presidente da República admitiu que Carlos 'se destacou à frente das mídias sociais' durante sua campanha. Carlos Bolsonaro se licenciou de seu mandato de vereador para trabalhar em tempo integral para a campanha do pai", argumenta Randolfe no requerimento.  

O senador lembra ainda no requerimento a entrevista da ex-líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann, que disse em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura que Carlos e seus irmão Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) são líderes de uma rede especializada de difamação e notícias falsas usando aplicativos de mensagens.

Para que Carlos seja convocado, o requerimento de Randolfe precisa ser aprovado pelos colegas. Amanhã, há sessão da comissão, mas o item não está na pauta. A oposição, no entanto, pode pedir para que o pedido seja incluído.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247