PM do Distrito Federal bloqueia manifestação antifascista na Praça dos três Poderes

Manifestação em apoio ao governo Jair Bolsonaro, porém, foi realizada sem impedimentos. Enquanto o protesto pela democracia, contra o fascismo e o racismo, era impedido de chegar à praça dos Três Poderes, os manifestantes pró-Bolsonaro defendiam a intervenção militar

Manifestação em favor da democracia
Manifestação em favor da democracia (Foto: Reprodução/Twitter/George Marques)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os manifestantes que participam do ato contra o governo Jair Bolsonaro, o racismo e o fascismo no Brasil, neste domingo (7), foram impedidos de chegar à Praça dos Três Poderes por um forte aparato de segurança montado pela Polícia Militar do Distrito Federal, ao contrário dos manifestantes favoráveis ao ex-capitão. Na manifestação favorável a Bolsonaro, os participantes portavam faixas pedindo intervenção militar. 

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, os integrantes da marcha antifascista começaram a manifestação por volta das 9h, em frente à Biblioteca Nacional. Em seguida, o grupo – estimado em milhares de pessoas, uma vez que a Policia Militar não divulgou a estimativa dos participantes do ato – seguiu margeando a Esplanada dos Ministérios e retornou ao local de início. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247