PT protocola requerimento para obter informações sobre farra de Bolsonaro com dinheiro público em Dubai

De acordo com os deputados federais Rogério Correia (PT-MG) e Bohn Gass (PT-RS), "não há qualquer justificativa para que agentes políticos que deveriam guardar maior zelo com o patrimônio público e maior sensibilidade no dispêndio de gastos, considerando a realidade nacional, promovam uma verdadeira farra com os já combalidos recursos públicos"

www.brasil247.com - Deputados Rogério Correia e Bohn Gass
Deputados Rogério Correia e Bohn Gass (Foto: Divulgação)


247 - Os deputados federais Rogério Correia (PT-MG) e Bohn Gass (PT-RS) protocolaram um requerimento direcionado ao ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, pedindo informações sobre "objetivos, composição, funções e gastos" do governo Jair Bolsonaro com a delegação brasileira na missão oficial em Dubai, Emirados Árabes, no período de 13 a 18 de novembro.

De acordo com os parlamentares, "num momento em que a sociedade brasileira vivencia enormes dificuldades econômicas, sociais e sanitárias, com índices de desemprego e miséria afetando diuturnamente milhões de brasileiros, não há qualquer justificativa para que agentes políticos que deveriam guardar maior zelo com o patrimônio público e maior sensibilidade no dispêndio de gastos, considerando a realidade nacional, promovam uma verdadeira farra com os já combalidos recursos públicos, o que ocorre, na espécie, não só com os elevados gastos anunciados pela imprensa (diárias de hotéis luxuosos), como também com a inclusão, na comitiva, de vários agentes públicos e políticos, inclusive de outros Poderes, além de particulares, que não guardam nenhuma relação de causalidade ou de pertinência temática com os objetivos que justificaram a viagem presidencial por esses Países".

"Gastos astronômicos com hotéis de luxo, passeios, inclusão, na comitiva de convidados que nenhuma contribuição pode proporcionar de resultado prático ao País, constituem um verdadeiro escárnio com a sociedade brasileira, razão pela qual está tem o direito de saber dos custos, objetivos e resultados alcançados com essa viagem ou, para alguns, com essa verdadeira aventura meramente turística", complementaram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email