Queimadas na Amazônia já fazem governo e produtores rurais temerem barreiras às exportações

Depois de a ficha cair, o governo se preocupa agora com a piora da imagem do Brasil no exterior e com a possibilidade de medidas protecionistas serem adotadas contra produtos brasileiros por questões ambientais. A informação em Brasília é que há, de fato, ameaças de imposição de barreiras comerciais.

247 - Depois de a ficha cair, o governo se preocupa agora com a piora da imagem do Brasil no exterior e com a possibilidade de medidas protecionistas serem adotadas contra produtos brasileiros por questões ambientais. A informação em Brasília é que há, de fato, ameaças de imposição de barreiras comerciais. 

A reportagem do jornal O Globo destaca que "como o Brasil é altamente competitivo em agropecuária, a avaliação é que as nações desenvolvidas, principalmente, poderão usar as queimadas como pretexto. Mas, até o momento, não houve qualquer comunicação oficial de parceiros internacionais nesse sentido. "

A matéria ainda acrescenta que "o encontro aconteceu antes das declarações do presidente da França, Emannuel Macron, de que as queimadas na Amazônia são "crise internacional" , e do secretário-geral da ONU, o português António Guterres, de que a floresta deve ser "protegida". Os órgãos representados na reunião desta quinta-feira formarão um grupo de trabalho com esse fim. Também participará da força-tarefa a Agência de Promoção de Exportações (Apex)."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247