Rachadinha: Noronha suspende julgamento no STJ que pode anular provas contra Flávio Bolsonaro

Nesta terça-feira, o Ministério Público apontou que o senador Flávio Bolsonaro desviou R$ 6 milhões de verba pública por meio do esquema de rachadinha

João Otávio de Noronha e Flávio Bolsonaro
João Otávio de Noronha e Flávio Bolsonaro (Foto: Roberto Jayme/ASICS/TSE | Wilson Dias/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) João Otávio de Noronha pediu vista nesta terça-feira (17) e suspendeu o julgamento de um pedido do senador Flávio Bolsonaro que pode anular provas contra ele no processo de investigação de rachadinha cometida em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

“É um caso complexo, de larga repercussão, que me cabe examinar. Ninguém, nenhum advogado esteve comigo. Mandaram memorial, entregaram ontem aqui no gabinete no final da tarde. Vou examinar”, argumentou Noronha.

O relator do caso, ministro Felix Fischer, rejeitou o pedido do senador.

Nesta terça-feira, o Ministério Público do Rio de Janeiro informou que Flávio desviou R$ 6 milhões em dinheiro público por meio do esquema.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247